A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

19/12/2013 11:10

Para Fábio Trad, acesso da população à Justiça ainda está longe do ideal

Francisco Júnior
 Fábio Trad avalia que a luta pelo acesso à Justiça em MS deve continuar. Fábio Trad avalia que a luta pelo acesso à Justiça em MS deve continuar.

O governo federal divulgou o Mapa da Justiça que apresenta dados significativos sobre o acesso da população à Justiça. Na avaliação do deputado federal Fábio Trad (PMDB) a luta pela democratização da Justiça deve continuar arduamente, mesmo com as melhorias já conquistadas.

Em relação a Mato Grosso do Sul, o parlamentar acredita que o Estado esteja no caminho certo, embora ainda tenha que melhorar em alguns aspectos. "Urge continuar de forma sistemática e persistente a luta pela democratização do acesso à Justiça como expressão do compromisso com a cidadania", afirma o deputado sul-mato-grossense.

O Estado apresenta melhores índices que outras unidades federativas mais desenvolvidas econômica, industrial e culturalmente. É o caso do número de defensores públicos. O Estado está em 7° no ranking - são 6,25 defensores para cada 100 mil habitantes -, a frente de São Paulo e Rio de Janeiro.

Já a comparação da quantidade de membros do Ministério Público, Mato Grosso do Sul conquistou o 8° lugar, com 8,99 integrante para cada 100 mil habitantes. Neste quesito, o Estado também fica a frente de SP e RJ.

O Mapa ainda apresenta o levantamento sobre o acesso por desenvolvimento humano. Mato Grosso do Sul empata com os estados de Minas Gerais e Paraná. Estes ficam atrás apenas do Distrito Federal, São Paulo, Rio de Janeiro, Santa Catarina e Rio Grande do Sul.

Apesar do bom quadro apresentado pelo Estado, Fábio Trad avalia que a luta pelo acesso à Justiça em MS deve continuar. "O acesso à Justiça é valor constitucional que diz respeito diretamente ao exercício da cidadania. Pela avaliação do quadro apresentado, MS avança com passos largos em direção ao pleno acesso à Justiça, embora deva intensificar a luta pela conquista integral deste direito", afirma o parlamentar.

A preocupação de Fábio Trad na luta contínua pela democratização da Justiça não se resume apenas ao seu Estado, mas abrange todo o País. "Em relação ao quadro nacional, a advertência ditada pelos números revela quão preocupante se mostra o descompasso entre os direitos prescritos na Constituição Federal e as limitações impostas pela realidade", finaliza.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions