A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

10/07/2012 10:17

Para Moka, Código Florestal deve ter consenso entre Câmara e Senado

Aline dos Santos
Segundo senador, acordo precisa ser fechado antes de MP ser votada. Segundo senador, acordo precisa ser fechado antes de MP ser votada.

Interlocutor entre o Senado e a Câmara Federal nas discussões sobre o novo Código Florestal , o senador Waldemir Moka (PMDB) atua para que a legislação tenha o consenso entre as duas casas parlamentares. “Que represente o consenso entre a Câmara e Senado, resolvendo o impasse”, afirma.

Moka tem participado de reuniões com senadores, deputados e ministros ligados aos setores produtivo e ambiental, como Mendes Ribeiro (Agricultura) e Izabela Teixeira (Meio Ambiente), além de Ideli Salvati (Relações Institucionais) e Gleisi Hoffmann (Casa Civil).

O senador diz que as partes envolvidas precisam fechar alguns pontos divergentes para que a Medida Provisória siga para os plenários do Senado e da Câmara já com os acordos fechados.

"Temos de buscar o consenso, de tal forma que o Brasil continue preservando suas matas, mas que de condições para continuarmos produzindo alimentos", salienta.

Antes de a presidente Dilma Rousseff regulamentar o código por Medida Provisória, permitindo que o texto ainda passe pelo crivo do Congresso, o Senado aprovou um documento mais alinhado aos ambientalistas e ao governo. Na Câmara Federal, as regras foram flexibilizadas para atender a bancada ruralista.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions