A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 14 de Dezembro de 2018

04/09/2013 08:16

Para pagar atrasados, Executivo enviou dois projetos de suplementação à Câmara

Jéssica Benitez

Após polêmica envolvendo atraso salarial por parte da Prefeitura de Campo Grande a 43 facilitadores, servidores responsáveis por atividades em CRAS (Centro de referência de Assistência Social), foram protocolados dois projetos do Executivo à Câmara Municipal dos quais tratam de suplementação na última segunda-feira. 

Os textos (7.509 e 7.510/2013) são de 30 de agosto, foram anunciados na sessão desta terça-feira e tratam de “crédito adicional, suplementação e dá outras providências”. Segundo o presidente da Casa de Leis, vereador Mario Cesar (PMDB), as matérias ainda não foram lidas pelos parlamentares e, portanto, ainda não há previsão para entrar em pauta.

Na semana passada, quando os facilitadores foram à Câmara protestar contra atraso salarial de dois meses, a explicação da SAS (Secretaria Municipal de Assistência Social), responsável pelo pagamento, foi a de que os valores seriam pagos assim que a suplementação fosse aprovada pelos vereadores. Na ocasião, Mario fez questão de ressaltar que, sequer, os projetos estavam na Casa.

“Agora temos que analisar para ver se esses pagamentos realmente estão inclusos em um dos projetos”, disse o presidente. O grupo de facilitares voltou à Câmara ontem na esperança de que os textos entrassem em votação. Uma comissão de três vereadores foi formada para acompanhar o caso e respaldar os trabalhadores.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions