A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

31/01/2012 16:24

Para Puccinelli, exoneração de Britto da Funasa foi um desrespeito à bancada federal

Wendell Reis
Governador disse que vai apoiar a bancada e levar a insatisfação ao Governo Federal(Foto:Wendell Reis)Governador disse que vai apoiar a bancada e levar a insatisfação ao Governo Federal(Foto:Wendell Reis)

O governador André Puccinelli (PMDB) garantiu nesta terça-feira (31) que o PMDB não vai reivindicar nada ao Governo Federal após a exoneração de Flavio Britto da superintendência da Fundação Nacional de Saúde. Porém, disse que não gostou da troca e considerou um desrespeito ao governador e a bancada federal.

Puccinelli alega que não foi o PMDB quem fez acordo, mas o PT que procurou a aliança desde quando Walfrido dos Mares Guia era o ministro das Relações Institucionais do Governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

“Sobraram três cargos para o PMDB à época. Para o Orlando Baez na Superintendência federal de Agricultura, Sérgio Rios na Conab e a indicação de Brito na Funasa, que foi de Resende (Deputado federal Geraldo Resende) e do Nelson Trad, o pai. O resto ficou com o PT. O PMDB não tomou o lugar de ninguém”.

Puccinelli explica que o senador Waldemir Moka, senador Antônio Russo e os deputados federais do PMDB vão a Brasília para manifestar a insatisfação. “Não é desta maneira que atua. Não é nem politicamente. É respeito à bancada. Não pedi nenhum cargo. Só concordei com a bancada. Como sou governador, fiz a reunião. Vamos falar com a Dilma (Presidenta Dilma Rousseff) ou com a Gleisi (Ministra –Chefe da Casa Civil, Gleisi Hoffmann). Se tem um acordo e não é respeitado, você fica amargurado. Vou me juntar e solidarizar com a bancada. O pior de tudo é que o Britto, Resende e Trad apoiaram Dilma”.

Flávio Britto e Geraldo Resende se reuniram com o governador nesta terça(Foto:Wendell Reis)Flávio Britto e Geraldo Resende se reuniram com o governador nesta terça(Foto:Wendell Reis)

Reunião com Britto e Resende - Flávio Britto e Geraldo Resende se reuniram com o governador na manhã desta terça-feira. Após a reunião Resende disse que traçou estratégias para relatar o inconformismo com a substituição na Funasa. Resende também afirma que a negociação foi feita há anos.

O senador Delcídio Amaral nega que o PT tenha quebrado acordo e afirma que Britto fez campanha para José Serra na eleição passada. Resende diz que a alegação é mentirosa e classifica como conversa para boi dormir. “O Flávio me acompanha politicamente e em Mato Grosso do Sul seguimos a orientação do PMDB nacional, de apoiar a candidata Dilma. É uma tentativa infeliz de justificar o injustificável”.

Britto também nega que tenha feito campanha para Serra e diz que o deputado federal Antônio Carlos Biffi (PT) colocou um adesivo de Dilma no seu carro. Ele classifica a mudança como política. Britto alega que quando pegou a Funasa ela era considerada um patinho feito, com problemas em questões indígenas, mas hoje é invejável. O ex-superintendente diz que não pensa em voltar para a Funasa, pois não olha para trás. “Só caminho para frente”.

Geraldo e Britto se reúnem com Puccinelli sobre “golpe” na Funasa
O deputado federal Geraldo Resende (PMDB) e o ex-superintendente da Funasa em Mato Grosso do Sul, Flávio Britto, reuniram-se nesta manhã com o govern...
Fábio Trad questiona diferença na indicação de dirigentes do Dnit e Funasa
Parlamentar se mostra contrário a pressão política feita em cima da escolha dos cargosApós manifestar inquietação quanto a nomeação política em órgã...
Após troca na Funasa, prefeito e bancada querem reunião com ministra
A troca de comando na superintendência da Funasa (Fundação Nacional de Saúde) em Mato Grosso do Sul ainda gera repercussão dez dias depois da nomeaçã...


Que peninha, o PMDB perdeu o cargo e R$ 70 milhões para administrar, tão reclamando do que? Vão pedir um cargo para José Serra, afinal não fizeram campanha para êle? Nada mais justo que o Teruel seja o escolhido para a Funasa. Vai trabalhar sr Geraldo Resende, o nosso código penal está defasado, precisando urgente de mudanças.
 
gloria aparecida em 01/02/2012 11:26:07
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions