A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

10/07/2012 12:09

Para Russo, pagamento injusto de dívida trava desenvolvimento de MS

Aline dos Santos

Na Tribuna do Senado Federal, o senador Antônio Russo afirmou que a cobrança da dívida da União com os Estados é injusta e trava o desenvolvimento de Mato Grosso do Sul.

“Gostaria que a presidente Dilma analisasse esta questão pela ótica da necessidade de criar estímulos econômicos para os Estados e Municípios, de maneira que os governos locais possam ajudar a fazer investimentos e incrementar o processo de desenvolvimento econômico”, afirmou.

Russo citou a mobilização, na semana passada, dos deputados representantes da Unale (União Nacional dos Legisladores e Legislativos Estaduais). O parlamentar também se posicionou a favor do projeto do senador Francisco Dornelles, que trata da reestruturação da dívida.

Conforme Russo,ao contrário de hoje, os empréstimos foram feitos em condições de juros reais elevados e inflação altíssima.

“Em 2010, nosso Estado desembolsou R$ 639 milhões só em pagamento de juros. Em 2011, o valor foi mais de R$ 700 milhões. Mensalmente, o governo repassa entre R$ 60 e R$ 70 milhões ao Governo Federal. São números expressivos para a nossa realidade”, reclamou.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions