A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

26/10/2014 18:30

PF detém 7 por boca de urna e não comprova compra de votos em MS

Lidiane Kober e Leonardo Rocha
Superintende da PF foi ao TRE detalhar ocorrências do 2º turno (Foto: Marcelo Calazans)Superintende da PF foi ao TRE detalhar ocorrências do 2º turno (Foto: Marcelo Calazans)

No dia do 2º turno das eleições em Mato Grosso do Sul, a PF (Polícia Federal) deteve sete pessoas acusadas de boca de urna. Do total das ocorrências, quatro foram na Capital e três, em Corumbá.

As informações são do superintendente da PF no Estado, Edgar Marcon. “Sete pessoas conduzidas à PF, em Campo Grande e três, em Corumbá, em função de denúncia de boca de urna”, afirmou. “Foram menos ocorrências do que no primeiro turno”, completou.

Os acusados, segundo ele, assinaram termo de ocorrência. “Se a Justiça determinar maiores apurações, convoca-se os envolvidos”, disse.

Indagado sobre denúncias de compra de voto, Marcon frisou que nada foi comprovado. “Existiu muito boato sobre compra de voto, mas nenhum fato foi confirmado, se existiu foi muito sigiloso”, finalizou.

PF registra 3ª caso de boca de urna na Capital e detém mais um
Campo Grande registrou, na tarde de hoje (26), o terceiro caso de boca de urna. Mais uma vez, o acusado foi levado até a sede da PF (Polícia Federal)...
Mãe e filha são detidas acusadas de boca de urna e aglomeração
Duas mulheres, mãe e filha, que não tiveram seus nomes e idades divulgados, foram detidas no final da manhã de hoje (26) pela PF (Polícia Federal) ac...
Candidato a governador é flagrado em boca de urna, segundo TRE
O TRE (Tribunal Regional Eleitoral) informou, no início desta tarde, que foram registradas 14 ocorrências de crimes eleitorais em Mato Grosso do Sul ...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions