A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

29/06/2012 12:36

PMDB anuncia vice de Murilo Zauith e Marçal fala em deixar o partido

Fabiano Arruda
Ex-gerente da Sanesul, Odilon Azambuja foi escolhido pelo diretório do PMDB como vice na candidatura à reeleição de Murilo Zauith. (Foto: Nicanor Coelho/Dourados News)Ex-gerente da Sanesul, Odilon Azambuja foi escolhido pelo diretório do PMDB como vice na candidatura à reeleição de Murilo Zauith. (Foto: Nicanor Coelho/Dourados News)

O PMDB indicou Odilon Azambuja, ex-gerente regional da Sanesul, para ser o vice na chapa encabeçada pelo prefeito Murilo Zauith (PSB), que busca a reeleição à Prefeitura de Dourados.

Segundo informações do site Dourados News, sete nomes do diretório peemedebista concorriam ao posto, mas Odilon foi indicado em consenso. Diante do cenário que tirou a candidatura própria no município nesta manhã, o deputado federal Marçal Filho falou em deixar o partido.

Contrariado com a convenção peemedebista que aprovou a parceria com Murilo, ele disse que vai recorrer ao TSE (Tribunal Superior Eleitoral) para saber se pode deixar o partido, segundo informações do site Dourados Agora.

Dos 54 correligionários na convenção foram 42 votos a favor da parceria com Zauith, 11 pela candidatura própria e um voto em branco.

Marçal chegou a vencer disputa interna no partido com o deputado federal Geraldo Resende e a vereadora Délia Razuk para ser o candidato do PMDB. Sendo vice de Murilo, ele disse que o partido segue como coadjuvante na segunda maior cidade do Estado.

Políticos ligados a Dourados disseram, por vezes, que não sentiam firmeza na candidatura do radialista. Enquanto Zauith acertava apoio de legendas importantes como PDT, DEM, PSL e PT, Marçal não apresentava aliados.

Agora, Zauith caminha quase numa candidatura única em busca da reeleição. O único adversário é o radialista José Roberto Gomes da Costa, o Zé Roberto, do PSOL, que teve candidatura homologada em convenção nesta semana.



Se os Deputados Marçal Filho e Geraldo Resende tiverem vergonha na cara, como acredito que tenham, sairiam agora do PMDB, pois foi nitido que o Governador Andre Pucinelli fritou os dois em Dourados com as Benção do Diretorio Municipal, assim como vem fazendo no Estado todo fabricando Candidatos em detrimento as candidaturas que tenham respaldo Popular, colocando apadrinhados Politicos.
 
Fellipe Rodrigues em 29/06/2012 01:27:04
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions