A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

11/06/2015 12:53

PMDB volta atrás, tira Antonieta e indica Renato Câmara para comissão

Leonardo Rocha
Renato Câmara foi escolhido do PMDB e Maurício Picarelli será suplente, Antonieta ficou de fora (Foto: Roberto Higa/ALMS)Renato Câmara foi escolhido do PMDB e Maurício Picarelli será suplente, Antonieta ficou de fora (Foto: Roberto Higa/ALMS)

O PMDB voltou atrás na decisão de indicar Antonieta Amorim (PMDB) para a comissão que vai acompanhar a obra do Aquário do Pantanal. O novo escolhido foi o deputado Renato Câmara (PMDB), tendo Maurício Picarelli (PMDB) como suplente. Eles decidiram por meio de consenso, sem votação. Marquinhos Trad (PMDB) ficou de fora dos trabalhos.

O líder do PMDB, o deputado Eduardo Rocha, explicou que houve um pedido de Renato Câmara para ser o representante, em função de ser engenheiro e se sentir apto para fazer parte deste trabalho, o que foi acatado tanto por Antonieta, como por Picarelli. “Ligamos para o Marquinhos (Trad) e ele nos disse que não estaria na reunião, mas que aceitava o que fosse decidido por nós”, ressaltou Eduardo.

O deputado ainda ponderou que indicou Antonieta no primeiro instante, por esta ser a presidente da comissão de obras, mas que após consenso tudo foi resolvido. Ele garantiu que a saída de Antonieta não foi em função das críticas feitas por Marquinhos, pelo fato dela ser irmã do empresário João Amorim, dono da empresa Proteco, que está tocando as obras do Aquário do Pantanal.

“Não foi por este motivo, até porque como presidente da comissão de obras, ela vai acompanhar e ter informações de todas as obras do Estado”, disse Eduardo, Antonieta também justificou que mesmo que participasse desta comissão do Aquário, não haveria qualquer problema ou impasse.

“O Renato (Câmara) me solicitou por ele ser engenheiro, tem um olhar de especialista, mas se fosse eu teria toda a isenção, pois tenho compromisso com a população e o Estado, jamais influenciaria qualquer decisão por outros motivos, pelo contrário quanto mais esclarecimento dos fatos, melhor para todos”.

Renato Câmara comentou que esta comissão poderá analisar toda a obra do Aquário, acompanhar os contratos, auditorias e funcionamento e manutenção do local, já que esta é uma das tarefas do legislativo, que é fiscalizar. “Não vai precisar solicitar informações, pois iremos participar de todo processo”.

A Comissão do Aquário será formada por Lídio Lopes (PEN), Márcio Fernandes (PT do B), Renato Câmara (PMDB), Ângelo Guerreiro (PSDB) e Amarildo Cruz (PT).



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions