A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

18/01/2010 13:34

Por duodécimo, Câmaras ameaçam fechar as portas

Redação

Vinte e seis dos 78 presidentes de Câmaras Municipais em Mato Grosso do Sul se reuniram nesta segunda-feira, no plenário Edroim Revertido, na Casa de Leis de Campo Grande, para tentar barrar a PEC (Proposta de Emenda Constitucional) 58, que reduz o duodécimo das Câmaras (repasse das prefeituras aos parlamentos). Dois vereadores ameaçaram fechar as Casas de Leis e os presidentes decidiram entrar na Justiça contra a proposta que tramita no Congresso Nacional.

"Se não mudar nada vamos fechar a Câmara", disse o vereador Presidente da Câmara de Ladário Osvalmir Nunes da Silva, o Baguá. O vereador Joil Moreira Marques afirmou à assessoria de imprensa da Câmara de Campo Grande que a situação é a mesma em Eldorado.

"Temos de entrar na justiça", disse o presidente da Câmara de Campo Grande, Paulo Siufi (PMDB). O presidente da Câmara de Dourados, Sidlei Alves da Silva, apoiou a iniciativa e disse que os vereadores não podem ficar nas mãos dos prefeitos.

O procurador jurídico da Câmara Municipal de Campo Grande, André Puccinelli Junior, pretende entrar com um mandado de segurança na Justiça até amanhã contra a PEC.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions