A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 16 de Agosto de 2017

01/02/2015 12:51

Por prefeitura, Marquinhos negocia mudança com três partidos

Kleber Clajus
Deputado tomou posse hoje e negocia troca de partido para evoluir na carreira política (Foto: Alcides Neto)Deputado tomou posse hoje e negocia troca de partido para evoluir na carreira política (Foto: Alcides Neto)

Com pretensão de concorrer a Prefeitura de Campo Grande, o deputado estadual Marquinhos Trad (PMDB) mantém discurso de troca de partido e negocia com PL, PSD e até mesmo o não criado Rede. O objetivo é sair da área de influência do ex-governador André Puccinelli e deixar de ser “coeficiente eleitoral para puxar outros candidatos”.

Marquinhos pontuou, durante posse hoje na Assembleia Legislativa, que “quem manda no PMDB é o André. Com ou sem mandato”. Dessa forma, haveria preferência por outros nomes peemedebistas como do senador Waldemir Moka, do deputado federal Carlos Marun e a da deputada estadual Antonieta Trad na corrida pelo Executivo da Capital.

O deputado admite que pode ter contra ele resistências por liderar CPIs (Comissões Parlamentares de Inquérito) que investigaram concessionárias de energia elétrica, abastecimento de água e telefônicas. Porém, pretende imprimir uma “campanha de conscientização” quanto a necessidade se fiscalizar os serviços públicos, tendo por grupo de apoio “Deus e ele vai enviar os homens para compor”.

Em contrapartida, Marquinhos desvia sobre o apoio do irmão e ex-prefeito de Campo Grande, Nelsinho Trad, a sua candidatura. Afinal, prefere se desassociar da família e ir sozinho para o embate com novo partido até outubro.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions