A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 20 de Agosto de 2017

10/04/2015 14:50

PPL faz ato de filiações hoje à noite e radialista assume o comando estadual

Keliana Fernandes, que disputou eleições para prefeitura em 2012 e para a AL no ano passado, vai assumir diretório regional

Helio de Freitas, de Dourados
Keliana Fernandes vai assumir comando estadual do PPL para fortalecer partido para 2016 (Foto: Divulgação)Keliana Fernandes vai assumir comando estadual do PPL para fortalecer partido para 2016 (Foto: Divulgação)

O PPL (Partido Pátria Livre) faz hoje à noite em Dourados, a 233 km de Campo Grande, um ato de filiações para marcar a troca de comando no diretório regional de Mato Grosso do Sul. A radialista e empresária douradense Keliana Fernandes vai assumir a presidência da legenda no Estado com a missão de fortalecer o PPL para as eleições municipais de 2016.

O evento desta sexta contará com a presença com o atual presidente do partido, Carlos Alberto Carvalho da Rocha, da presidente do PPL Mulher estadual Inez Stragliotto e Volnei Thiago, do PPL jovem estadual. Conforme representantes da legenda, serão apresentadas propostas para estruturação do PPL no Estado.

"O PPL cresceu muito em Mato Grosso do Sul, principalmente depois das últimas eleições. O partido vem se destacando a cada ano que passa e trazendo muitas novidades à militância. Esse ato de filiações define uma nova maneira de apresentar à população o jeito de fazer o partido crescer ainda mais”, disse Carlos Alberto através da assessoria.

A nova presidente – Ex-mulher do ex-deputado federal e também radialista Marçal Filho (PDMB), de quem se separou recentemente, Keliana fez seu nome político na segunda maior cidade de Mato Grosso do Sul nos últimos três anos.

Em 2012, quando o PMDB rejeitou a proposta de candidatura própria para se coligar com o atual prefeito Murilo Zauith (PSB), contrariando as intenções de Marçal, Keliana se lançou candidata pelo PSC e tendo o então companheiro como principal cabo eleitoral ela conseguiu 34 mil votos e ficou em segundo lugar.

A desavença política por causa da não candidatura de Marçal e a derrota de Keliana nas urnas colocaram o casal como principais opositores ao atual prefeito douradense. Através da emissora de rádio de Marçal Filho, líder de audiência na cidade, os dois passaram a criticar a administração municipal nos microfones.

No ano passado, Marçal se lançou candidato à reeleição e Keliana Fernandes disputou uma vaga para a Assembleia Legislativa. Nenhum conseguiu se eleger. Um dia depois da eleição, Marçal anunciou que nunca mais será candidato a cargo político. O casal se separou, Keliana não trabalha mais na emissora e atualmente é dona de uma loja de roupas femininas na cidade.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions