A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

09/09/2014 19:07

STF condena deputado por falsidade ideológica mas livra o de cumprir pena

Alan Diógenes
Deputado foi denunciado pelo MPF por falsificar documentos. (Foto: Arquivo)Deputado foi denunciado pelo MPF por falsificar documentos. (Foto: Arquivo)

O deputado federal Marçal Filho(PMDB) foi condenado na tarde desta terça-feira(9) a cumprir 2 anos e 6 meses de prisão pela prática de falsidade ideológica. No entanto, por maioria dos votos, os ministros do STF (Supremo Tribunal Federal) decidiram pela prescrição da pena já que ele tinha sido denunciado em 2010, ou seja, quatro anos atrás.

A decisão foi proferida pela Primeira Turma do STF. Marçal era processado pelo MPF (Ministério Público Federal), desde 2010, por suspeita de falsificar documentos para omitir ser proprietário de uma emissora de rádio em Dourados, a 230 quilômetros de Campo Grande.

Com a decisão dos ministros, o parlamentar não será mais punido. Este entendimento leva em conta o tempo transcorrido entre os fatos denunciados e a decisão da Justiça.

A extinção da punibilidade foi assinada pela ministra Rosa Weber e pelo redator de acórdão ministro Roberto Barroso.

Interrogatório de Lula na Operação Zelotes é marcado para fevereiro de 2018
A Justiça Federal em Brasília marcou para o dia 20 de fevereiro de 2018 os interrogatórios do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e de seu filho ...
Senado aprova desconto de dívidas de produtores rurais e texto segue para sanção
O Senado concluiu a votação, nesta quinta-feira (14), do projeto que permite a renegociação das dívidas de produtores rurais, estabelecendo descontos...


E o cara vai ganhar, pq no Brasil é assim, mesmo...
 
Carlos Eduardo Lima em 10/09/2014 09:09:33
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions