A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 17 de Agosto de 2017

04/08/2014 14:45

Prefeito assina arrendamento do Hospital Sírio Libanês nesta terça

Kleber Clajus
Atendimentos, que tem foco na pediatria, terão início em até 45 dias (Foto: Simão Nogueira / Arquivo)Atendimentos, que tem foco na pediatria, terão início em até 45 dias (Foto: Simão Nogueira / Arquivo)

O prefeito de Campo Grande, Gilmar Olarte (PP), assina amanhã (5) arrendamento do prédio e equipamentos do Hospital Sírio Libanês, na Avenida Afonso Pena, para atendimento pediátrico. Com solenidade marcada para às 8h, na unidade hospitalar, o ato fará parte das festividades de 115 anos da Capital. A informação foi confirmada pela assessoria de imprensa do progressista.

Inicialmente, o objetivo era iniciar os atendimentos neste mês, porém atraso na entrega de laudos técnicos e alterações necessárias no prédio devem ampliar o prazo para até 45 dias, após a assinatura do arrendamento. Ao todo devem ser investidos anualmente R$ 24 milhões na operacionalização da unidade hospitalar que terá o nome do pai do prefeito, Evaldo André Olarte.

No projeto do Executivo, anunciado em maio, se prevê disponibilidade de cinco pediatras em três turnos e atendimento ambulatorial 24 horas. Também não se descarta a realização de cirurgias eletivas nos dois centros cirúrgicos que dispõe o Sírio Libanês.

Olarte já havia ressaltado evitar precipitações “para que não fique nenhum tipo de dúvida e possamos dar a resposta que a população está encantada com essa possibilidade”.

Dos 100 leitos que dispõe a estrutura localizada na Avenida Afonso Pena, 40 serão destinados para crianças e os outros 60 para adultos a fim de dar apoio às UPAs (Unidades de Pronto Atendimento) e centros regionais de saúde, que contabilizam média de 20 a 30 pacientes internados.

Cerca de 50 profissionais devem atuar no hospital, entre equipe médica e administrativa, sendo originários de remanejamento de outras unidades de saúde e de contratações temporárias.

Hospital Municipal – O arrendamento do Sírio Libanês não coloca fim ao projeto da Prefeitura em construir um hospital municipal na área do Exército, entre as Avenidas Tamandaré e Euller de Azevedo. A negociação inclui permuta de área em troca da construção de casas para os militares.

A área é considerada estratégica pelo prefeito e o Governo Federal já empenhou parte dos R$ 120 milhões necessários para a construção da unidade, que também tem prevista construção de um terminal de ônibus na mesma área.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions