ACOMPANHE-NOS    
JANEIRO, QUINTA  21    CAMPO GRANDE 22º

Política

Presidente espera "consenso" na definição do próximo comando da Câmara

Eleição para presidência e os outros seis cargos da mesa vai ocorrer em 1° de janeiro

Por Leonardo Rocha | 23/11/2020 12:52
Presidente da Câmara, o vereador João Rocha (PSDB), durante sessão virtual (Foto: Divulgação - CMCG)
Presidente da Câmara, o vereador João Rocha (PSDB), durante sessão virtual (Foto: Divulgação - CMCG)

Com a definição dos 29 vereadores de Campo Grande para 2021, as conversas e articulações para o comando da Câmara Municipal já começam a partir de agora e devem se intensificar em dezembro. O atual presidente, o vereador João Rocha (PSDB), espera que haja “consenso” dos parlamentares para definição dos cargos.

“Da minha parte espero que não haja disputa e sim consenso para presidência e demais cargos (mesa diretora), como houve nas últimas três eleições. Já está todo mundo conversando”, disse João Rocha (PSDB). O tucano reconheceu que vai colocar seu nome à disposição para continuar no comando da Casa de Leis.

Ele ponderou que caso haja “consenso” entre os novos e antigos vereadores, a questão deve ter desfecho mais rápido, no entanto se apresentar um cenário de “disputa”, a definição dos cargos ficará para o dia da posse dos vereadores, em 1° de janeiro.

“Todos os 29 vereadores eleitos têm legitimidade para concorrer (mesa diretora), mas com o passar das conversas este cenário vai afunilando. Para presidência acredito que é necessário que seja alguém com um pouco de conhecimento, que já tenha uma caminhada no Legislativo”, destacou ele.

Vereadores durante sessão na Câmara em julho (Foto: Divulgação - CMCG)
Vereadores durante sessão na Câmara em julho (Foto: Divulgação - CMCG)

Mesa diretora – Dos sete vereadores que fazem parte da atual mesa diretora, apenas quatro foram reeleitos: João Rocha (PSDB), que é o presidente, Carlos Borges (PSB), que ocupa a 1° secretária, Gilmar da Cruz (Republicanos), na 2° secretária, e Epaminondas Vicente (SD), na 3° secretaria.

Dos 29 vereadores eleitos, apenas 12conseguiram a reeleição, 15 são novatos e dois estão retornando para Câmara Municipal. O PSD passa a ter a maior bancada a partir de 2021, com cinco parlamentares. O PSDB que hoje tem 8 representantes, só terá 3 no ano que vem.

Eleição – A eleição para definir a nova mesa diretora vai ocorrer no dia 1° de janeiro, após posse do prefeito Marquinhos Trad (PSD) e dos 29 vereadores. Eles vão se reunir neste dia na Câmara Municipal para definir o presidente e os outros seis cargos.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário