A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 22 de Março de 2019

07/03/2019 14:56

Presidente do Paraguai vem ao Brasil e discute ponte de US$ 70 milhões em MS

A ponte entre Porto Murtinho e Camelo Peralta é essencial para a Rota Biocêanica sair do papel

Aline dos Santos
Rota Bioceânica busca ligação entre MS e o Chile, mas precisa de ponte ligando Porto Murtinho ao Paraguai. Rota Bioceânica busca ligação entre MS e o Chile, mas precisa de ponte ligando Porto Murtinho ao Paraguai.

A ponte entre Porto Murtinho e Camelo Peralta, essencial para a Rota Biocêanica sair do papel, está na pauta de discussões da visita do presidente do Paraguai, Mario Abdo Benítez, na próxima terça-feira (dia 12) ao Brasil.

De acordo com o Ministério das Relações Exteriores, Brasil e Paraguai darão continuidade à discussão da construção de duas pontes, cada uma sob responsabilidade de um País e com custo de US$ 70 milhões.

Segundo a Agência Brasil, a ponte em Mato Grosso do Sul ficará a cargo do Paraguai. A ponte que ligará a cidade paranaense de Foz do Iguaçu a Puerto Presidente Franco, no Paraguai, será construída pelo Brasil. Ela vai servir para desafogar o intenso fluxo na Ponte da Amizade, que liga Foz do Iguaçu a Ciudad del Este.

Do lado do Paraguai, será necessária alteração no acordo, para que cada país arque com as despesas da construção de uma das pontes. Pelo acordo firmado atualmente, o valor seria dividido.

Além da construção das pontes, o presidente Jair Bolsonaro e Abdo Benítez deverão tratar também da segurança na fronteira, do combate ao tráfico e do comércio entre os países e da região.

Na Rota Bicoceânica, Mato Grosso do Sul busca ligação com o Chile, com exportações pelo Oceano Pacífico com destino à China.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions