A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 19 de Setembro de 2018

25/10/2017 14:45

Presidente Temer fez exames e passa bem, afirma Carlos Marun

Michel Temer foi diagnosticado com obstrução urológica e foi encaminhado ao Hospital do Exército, em Brasília

Mayara Bueno
Presidente Temer no sábado, dia 21, quando visitou Miranda. (Foto: Marcos Ermínio/Arquivo).Presidente Temer no sábado, dia 21, quando visitou Miranda. (Foto: Marcos Ermínio/Arquivo).

O presidente da República, Michel Temer (PSDB), sofreu uma obstrução urológica e, por este motivo, foi encaminhado ao Hospital do Exército, em Brasília, nesta quarta-feira, dia 25. A situação ocorre no mesmo dia em que a Câmara dos Deputados vota a segunda denúncia contra o presidente.

As informações são do Portal Uol. Temer, de acordo com nota oficial do Palácio do Planalto, teve um desconforto no fim da manhã e foi tratado pelo médico do departamento de saúde do Palácio, que recomendou avaliação por parte de um hospital.

Aliado do presidente, o deputado federal Carlos Marun (PMDB-MS), confirmou ao Campo Grande News que Michel Temer teve um "problema de ordem renal". Chegando no Hospital do Exército que, por se tratar "de um presidente com dores elevadas", decidiu transferir o presidente ao centro cirúrgico.

Temer, que tem 77 anos, não precisou passar por cirurgia e não corre risco de vida, afirmou o parlamentar. A previsão é que ele retorne ao gabinete em instantes, segundo o deputado de Mato Grosso do Sul.

Neste momento, a Câmara dos Deputados discute o relatório, cujo parecer é contrário ao andamento da denúncia. O presidente foi denunciado pela PGR (Procuradoria-Geral da República), pela segunda vez, por obstrução à Justiça e associação criminosa.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions