A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

28/02/2011 20:52

Presidentes do TCE e TJ dizem que Celina era grande líder no MS

Jorge Almoas e Paulo Fernandes
Homenagem à Celina Jallad é realizada na Assembleia Legislativa (Foto: João Garrigó)Homenagem à Celina Jallad é realizada na Assembleia Legislativa (Foto: João Garrigó)

Durante a missa em homenagem à Celina Jallad, falecida nesta segunda-feira, os presidentes do TCE (Tribunal de Contas do Estado) e do TJ/MS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul) relembraram a trajetória da conselheira e ex-deputada estadual.

O conselheiro Cícero Antônio de Souza, presidente do TCE, lembrou que conhecia Celina desde a infância e que foram deputados estaduais na mesma época. “Na política, tomamos rumos diferentes, mas sempre com respeito”, disse Cícero.

Ele tentou descrever o que a morte de Celina representa. “Quando se perde algo precioso, a tentativa é substituí-lo por algo também precioso. Mas no caso da Celina, será difícil. No pouco tempo que ficou no tribunal, ela conquistou a todos”, salienta o conselheiro.

Celina assumiu a vaga no TCE em 30 de novembro de 2010, como a primeira mulher a ocupar cargo no conselho do tribunal.

Para o presidente do TJ/MS, Desembargador Luiz Carlos Santini, Celina Jallad deixou a vida muito jovem. “Sinto que a perda é para Mato Grosso do Sul, que deixa de ter uma grande líder política”, destacou Santini.

A missa em homenagem à Celina teve início na Assembleia Legislativa, que está tomada por coroas de flores. O governador André Puccinelli, senadores, deputados federais e estaduais, além de lideranças políticas, amigos e parentes participam da solenidade.

Por conta da morte de Celina Jallad, os poderes Executivo, Legislativo e Judiciário estarão em ponto facultativo nesta terça-feira.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions