A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

28/02/2011 19:32

Assembleia Legislativa tem de indicar sucessor de vaga de Celina no TCE

Jorge Almoas e Paulo Fernandes

Caso não haja consenso, deputados elaboram lista tríplice para governador decidir

Em lembrança a Celina, coroas de flores dominam corredores da Assembleia, onde corpo será velado (Foto: João Garrigó)Em lembrança a Celina, coroas de flores dominam corredores da Assembleia, onde corpo será velado (Foto: João Garrigó)

A ocupação da vaga de Celina Jallad no TCE (Tribunal de Contas do Estado) pode acontecer de duas maneiras, informou a assessoria do tribunal ao Campo Grande News.

Se houver consenso, os deputados indicam o nome do sucessor ou elaboram uma lista tríplice a ser encaminhada para decisão do governador André Puccinelli.

A vaga de Celina Jallad no conselho do TCE pertence à Assembleia Legislativa, informou a assessoria de imprensa do tribunal.

De acordo com o regimento interno, três vagas pertencem ao governo do Estado, três são definidas pela Assembleia Legislativa e uma terceira é preenchida por membro do corpo técnico, podendo ser um procurador ou auditor do TCE.

Pelo regimento, a Assembleia Legislativa pode indicar qualquer pessoa à vaga, não necessariamente um deputado.

O corpo de Celina Jallad ainda não chegou à Assembleia Legislativa, onde será velado. O corredor principal da Casa de Leis está tomado de coroas de flores, enviadas para a homenagem à ex-deputada estadual.



Estão mais uma vez fazendo o famoso "AJEITA"
FERINDO A CARTA MAGNA DO BRASIL!!!! A CONSTITUIÇÃO DO BRASIL VEJA O QUE ELA PRECONIZA EM RELAÇÃO A CARGOS PÚBLICOS:

Art. 37. A administração pública direta e indireta de qualquer dos Poderes da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios obedecerá aos princípios de legalidade, impessoalidade, moralidade, publicidade e eficiência e, também, ao seguinte: (Redação dada pela Emenda Constitucional nº 19, de 1998)

I - os cargos, empregos e funções públicas são acessíveis aos brasileiros que preencham os requisitos estabelecidos em lei, assim como aos estrangeiros, na forma da lei; (Redação dada pela Emenda Constitucional nº 19, de 1998)

II - a investidura em cargo ou emprego público depende de aprovação prévia em concurso público de provas ou de provas e títulos, de acordo com a natureza e a complexidade do cargo ou emprego, na forma prevista em lei....

AINDA MAIS UM CARGO QUE É VITALÍCIO!!!!....E PROMOTORES E PROCURADORES, VOCÊS QUE ESTUDARAM TANTO PARA SEREM FISCAIS DA LEI.....
epa...epa...epa...epa......se vocês não fizerem nada ai ta confirmado porque juiz tem Vara e vocês não ...
hahahahaha
 
Gilmar candido em 02/03/2011 12:59:09
Sem concurso de novo.......Jacine, vc que manja de constituição, é ou não inconstitucional cargo público sem concurso após o advent o da constituição de 1988.
POLITICOS TOMEM VERGONHA NA CARA!!!!!!!!!!!!!!!
NÃO EXISTE NENHUM PROMOTORDE JUSTIÇA, PROCURADOR, QUE SEJA HOMEM, MACHO,HONESTO,DO S...ROXO, QUE ENFRENTE ESSES POLÍTICOS
 
Gilmar candido em 01/03/2011 06:18:07
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions