A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 19 de Março de 2019

24/11/2018 13:22

Prioridade com futuro ministro é equipar hospitais, diz Reinaldo

Governador do Estado afirmou que já há recurso para construção de instituições de saúde

Mayara Bueno
Governador do Estado, Reinaldo Azambuja, durante entrevista. (Foto: Henrique Kawaminami).Governador do Estado, Reinaldo Azambuja, durante entrevista. (Foto: Henrique Kawaminami).

Segundo o governador de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja (PSDB), a prioridade com o futuro ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta (DEM-MS), é conseguir equipamentos para os hospitais regionais que vão ser construídos no Estado.

"A nossa prioridade é regionalizar a saúde e o ministério tem a ver porque tem os equipamentos. O recurso para as obras, tanto para Três Lagoas, Dourados, Corumbá, já está garantido", disse durante evento no Cotolengo, em Campo Grande, neste sábado (dia 24).

De acordo com o chefe do Executivo estadual, os equipamentos de saúde já estão autorizados pelo governo federal, contudo, "depende das liberações", agora. "Outra prioridade é fortalecer a atenção básica nos hospitais".

Segundo Reinaldo, não há, por enquanto, nenhuma reunião com atual deputado federal Luiz Henrique Mandetta, que vai assumir o cargo de ministro no governo do presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL).

Mais Médicos - O governador disse que não teve acesso à lista de profissionais que aderiam à seleção do Mais Médicos, programa do governo federal. Porém, acredita que houve adesão em Mato Grosso do Sul, já que o anúncio foi de que 92% das vagas foram preenchidas.

Com a saída dos cubanos, o Estado perdeu 114 profissionais. Em agenda semana passada, Azambuja afirmou que a situação prejudica, mas que teria de esperar a nova chamada de médicos para repor o atendimento.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions