ACOMPANHE-NOS    
AGOSTO, SEXTA  07    CAMPO GRANDE 29º

Política

Projeto amplia licença-paternidade aos servidores do legislativo

Por Leonardo Rocha | 04/09/2017 12:13
Paulo Siufi apresentou projeto durante sessão na Assembleia (Foto: Victor Chileno/ALMS)
Paulo Siufi apresentou projeto durante sessão na Assembleia (Foto: Victor Chileno/ALMS)

O projeto apresentado pelo deputado Paulo Siufi (PMDB), amplia a licença-paternidade, aos servidores do legislativo estadual, de cinco para 20 dias. Além disto define que a licença tanto para os pais e mães irão começar a contar, depois que o bebê deixar o hospital, no caso de serem prematuros.

"O recém-nascido enfrenta uma série de desafios e obstáculos à sua sobrevivência, tais como hemorragias, funcionamento pulmonar precário, que podem acarretar em outras doenças. Então é preciso conscientizar sobre os cuidados", disse o autor.

O deputado, que é médico-pediatra, ressaltou que é preciso ter um cuidado especial no caso dos bebês prematuros. "Toda a dinâmica é diferente, pois se precisa do apoio de todos e, dependendo do caso, a mãe nem vai gozar do período de licença".

Também lembrou da necessidade de se estender a licença dos pais, que segundo ele são importantes na inserção dele na vida da criança. O projeto segue para as comissões permanentes da Assembleia, para depois ser votado pelos deputados em plenário. Caso seja aprovado, ainda passa pelo crivo do governador Reinaldo Azambuja (PSDB).