A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

28/08/2014 12:39

Projeto social de judô contempla 3.500 crianças em MS

Projeto do deputado Márcio Fernandes leva cidadania através do esporte

Leonardo Rocha
Projeto social de Márcio Fernandes tem o objetivo de formar cidadãos em MS (Foto: Assessoria/ALMS)Projeto social de Márcio Fernandes tem o objetivo de formar cidadãos em MS (Foto: Assessoria/ALMS)
Projeto Judô Nota 10' possui polos em 27 cidades do Estado, atendendo apenas em Campo Grande mil alunos (Foto: Marco Miatelo/Assessoria) Projeto "Judô Nota 10' possui polos em 27 cidades do Estado, atendendo apenas em Campo Grande mil alunos (Foto: Marco Miatelo/Assessoria)

O projeto social "Judô Nota 10" criado em 2007, pelo deputado estadual Márcio Fernandes (PT do B), atende cerca de 3, 5 mil crianças em 27 municípios de Mato Grosso do Sul, sendo que apenas em Campo Grande existem 10 polos espalhados pela cidade, com a participação de mil integrantes.

"Nosso objetivo sempre foi a formação de bons cidadãos, tendo o foco na educação através do esporte, onde se desperta o respeito, disciplina e deixa nossos jovens longe de problemas com violência e uso de drogas", ressaltou Fernandes.

De acordo com o deputado, ele escolheu a prática do judô, justamente por ser um esporte que tem em sua concepção a preocupação com o cidadão e o caráter dos praticantes.

"Preferimos em relação a outras modalidades, além disso existe um cobrança intensa sobre o desempenho do aluno na escola, por isso usamos o nome judô nota 10. Se o praticante não estiver bem nos estudos, irá abrir vaga para o colega".

O projeto atende alunos das escolas públicas do Estado e tem a preocupação de colocar professores de educação física para conduzir as aulas, além de ceder roupa e material e não cobrar nada quando existir os exames de troca de faixa.

"Qualquer academia (judô) particular tem a cobrança de R$ 60,00 para trocar a faixa, nós conseguimos uma parceria com a federação de judô e nossos alunos não pagam nada", ressaltou o deputado.

O projeto possui apoio de diversas empresas privadas, além da participação de voluntários que ajudam nas atividades. "Sempre corremos atrás para ampliarmos nossa atuação, conseguimos parcerias para viagens dos atletas, nas competições regionais e nacionais".

Destaque - Márcio ressaltou que o projeto não foi feito com a finalidade de formar campeões no esporte, mas que o trabalho dedicado possibilitou surpresas, como da atleta Layana Colman, que foi ouro no judô, nos Jogos Olímpicos da Juventude, realizado este ano na China.

"Ela (Laiana) começou conosco, mostra como este projeto é importante, também temos outros nomes em destaque nacional, com títulos e participação na seleção brasileira", apontou ele.

O projeto Judô Nota 10 desde o início teve como objetivo a inclusão social através do esporte, visando à criação de condições e oportunidades para que todas as crianças e adolescentes possam desenvolver as suas potencialidades. Entre as metas é reduzir a evasão escolar, estimular o desempenho dos alunos, afastá-los da criminalidade, além de oferecer uma prática esportiva de qualidade.

Assembleia recebe prestação de contas e fará limpeza de pauta antes do recesso
A última semana de trabalho do Poder Legislativo de Mato Grosso do Sul em 2017 será aberta com a audiência pública para prestação de contas do govern...
Assembleia vota prorrogação de adesão a fundo que regula incentivos fiscais
A prorrogação até 30 de dezembro do prazo para que empresas beneficiadas com incentivos fiscais concedidos pelo governo do Estado se inscrevam no Fad...
Governo do Estado investe R$ 9,2 milhões em infraestrutura em Caracol
Caracol vai receber mais de R$ 2,8 milhões em obras a serem executadas pelo Governo do Estado em parceria com a prefeitura e deputados federais e est...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions