A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 23 de Maio de 2019

28/03/2019 12:42

PSDB busca "conciliação" para definir comando nos municípios

Tucanos definem as direções municipais até o começo de abril, para depois resolver o diretório regional

Leonardo Rocha
Deputados Rinaldo Modesto (PSDB) e Marçal Filho (PSDB), durante sessão (Foto: Assessoria/ALMS)Deputados Rinaldo Modesto (PSDB) e Marçal Filho (PSDB), durante sessão (Foto: Assessoria/ALMS)

A direção estadual do PSDB busca os acordos e “conciliações” para definir o comando nos municípios, visando o planejamento para eleição de 2020. A intenção é focar nas cidades que ainda não existe consenso, para escolher os grupos que vão estar à frente da legenda. Em Campo Grande e Dourados, a situação já está consolidada.

Para tratar desta composição, o PSDB formou um grupo eleitoral, que tem a participação dos deputados, além do secretário estadual de Saúde, Geraldo Resende, do prefeito de Bataguassu, Pedro Caravina, e do tesoureiro do partido, o secretário estadual, Sérgio de Paula.

De acordo com Marçal Filho (PSDB), algumas cidades já estão definidas, como a permanência do vereador João César Mato Grosso no comando da Capital, além de Valdenir Machado a frente do partido, em Dourados. Algumas cidades ainda estão sem definição. “Temos o exemplo de Antônio João, onde tem a disputa de um grupo mais antigo, com algumas lideranças que chegaram agora”.

Marçal disse que a intenção da direção estadual é buscar a “conciliação” nos municípios, para que o partido chegue forte e unido no ano que vem. “Temos o prazo até o final do mês para fazer estas definições, para depois se concentrar no diretório regional. Sabemos que neste momento já começa a disputa por espaço, para ser candidato a prefeito”, ponderou.

Deputados federais Rose Modesto (PSDB) e Beto Pereira (PSDB), disputam o cargo (Foto: André Maganha - Assessoria)Deputados federais Rose Modesto (PSDB) e Beto Pereira (PSDB), disputam o cargo (Foto: André Maganha - Assessoria)

Indefinição – O deputado reconhece que ainda existe uma indefinição sobre o diretório estadual, já que até o momento tanto Beto Pereira (PSDB), como Rose Modesto (PSDB), não abriram mão da disputa. “Se chegar até lá (eleição) assim acho que vão para o voto, mas pode se buscar um consenso neste caminho”.

Ele concorda que a alternativa mais “viável” para o consenso, seria mesmo a apresentação do nome do governador Reinaldo Azambuja (PSDB), sendo assim a terceira via neste processo. “Terminaria a discussão”. As eleições estaduais do PSDB devem ocorrer entre 12 a 15 de abril.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions