A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 22 de Agosto de 2017

14/03/2016 09:08

PSDB e PTB foram mais beneficiados com janela partidária até agora

Prazo para mudanças no legislativo segue até o dia 19 de março

Leonardo Rocha
Filiação do PSDB que teve adesão de dois deputados e três vereadores (Foto: Fernando Antunes)Filiação do PSDB que teve adesão de dois deputados e três vereadores (Foto: Fernando Antunes)
Nelsinho conseguiu dobrar vereadores do PTB na Capital (Foto: Marcos Ermínio)Nelsinho conseguiu dobrar vereadores do PTB na Capital (Foto: Marcos Ermínio)

Faltando uma semana para o fim da janela partidária, dois partidos tiveram crescimento com as mudanças na Câmara Municipal de Campo Grande e na Assembleia Legislativa. O PSDB até o momento teve aquisição de dois deputados e três vereadores, podendo ampliar este número até o final do prazo, enquanto o PTB mais que dobrou número de integrantes no legislativo municipal da Capital.

O PTB contava com apenas dois vereadores, agora terá cinco representantes na Câmara Municipal, podendo dividir o posto de maior bancada com o PSDB. Estes dois partidos cresceram devido a duas lideranças políticas no Estado. A chegada de Reinaldo Azambuja (PSDB) ao governo estadual, fez a diferença para os tucanos, enquanto que o ex-prefeito Nelsinho Trad trouxe seu grupo político para os petebistas.

No legislativo estadual os deputados Maurício Picarelli e Mara Caseiro seguiram para o ninho tucano, deixando respectivamente o PMDB e o PMB. Já Márcio Fernandes resolveu sair do PT do B, voltando para o PMDB, seu primeiro partido político.

Marquinhos Trad fez o caminho inverso, deixando os peemedebistas e seguindo para ser pré-candidato a prefeito pelo PSD. Outra saída confirmada foi a de Felipe Orro, que por divergência com a direção do PDT, resolveu deixar o partido e agora escolhe se segue para o PSDB ou PPS.

Com as mudanças, o PSDB tem sete deputados, seguido pelo PMDB com cinco, depois aparece a bancada do PT que manteve quatro integrantes. O PR continua com dois representantes, enquanto que PSB, PDT, DEM, PEN e PSD aparecem com um parlamentar, cada partido.

Na Câmara Municipal de Campo Grande as mudanças foram maiores, até o momento oito vereadores deixaram suas legendas, para seguir outro caminho. Flávio César, José Chadid e Magali Picarelli foram para o PSDB, enquanto que Edil Albuquerque, Otávio Trad e Francisco Luis Saci aceitaram os convites do PTB. Os vereadores Roberto Durães e Eduardo Cury definem neste semana para que partidos irão migrar.

Até o momento o PSDB e o PTB possuem cinco representantes, enquanto que o PMDB aparece com quatro, seguido por PSD, PT e PRB com dois integrantes. Já o DEM, PP, PPS, PR, PSB, Rede e Solidariedade tem um vereador, cada partido.

A janela partidária foi aberta no dia 18 de fevereiro, após promulgação de lei no Senado Federal, e se estende até o dia 19 de março, quando termina o prazo de 30 dias. Ela é necessária para os políticos com mandato, trocarem de legenda, sem risco de perder o cargo no legislativo. Faltando uma semana, ainda existem negociações em curso e novas mudanças podem ocorrer.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions