A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

25/11/2010 15:01

PSDB reestrutura diretórios visando eleições de 2012

Redação

O PSDB deve trabalhar a reestruturação dos diretórios municipais do partido, visando às eleições para prefeituras e Câmaras Municipais em 2012.

O foco principal dos tucanos são as comissões provisórias, que não tem autonomia e dependem do Diretório Estadual para tomar algumas decisões políticas.

O PSDB tem diretórios em 45 municipios, e comissões provisórias nos outros 33.

A maior preocupação do partido é com Dourados, segundo maior colégio eleitoral de Mato Grosso do Sul, que ainda não tem diretório e é comandado por uma comissão provisória.

Segundo a vice-presidente nacional do PSDB, senadora Marisa Serrano (MS), as convenções municipais da legenda estão marcadas para março de 2011. A partir das mudanças de comando nos municípios, os tucanos vão mobilizar a militância e trabalhar estratégias políticas para as eleições de 2012.

"A mobilização da militância passa por essa reestruturação dos diretórios", detalhou a senadora.

Ela participou no último dia 18 de reunião da Executiva Nacional do PSDB, em Brasília, que foi o primeiro encontro de avaliação dos tucanos após a derrota de José Serra nas urnas.

Além da reestruturação da sigla em todo o Brasil, foram tiradas desta reunião diretrizes como o recadastramento de filiados, mobilização da militância e atuação mais incisiva como oposição.

Sobre este último assunto, haverá uma reunião específica no começo do ano que vem com os deputados e senadores eleitos. A ideia do PSDB é se organizar com antecipação, para que o presidenciável tucano, possivelmente Aécio Neves, tenha tempo de trabalhar sua candidatura.

A cúpula do PSDB quer um plano de reestruturação partidária que reforce suas bases nos municípios e resulte no lançamento de uma pré-candidatura consensual a presidente já em 2012, quando se pretende que o escolhido comece a circular pelo país. De preferência, sem a parceria do Democratas na chapa.

Os tucanos torcem para que o DEM firme-se como um partido de direita - como seus próprios dirigentes têm defendido -, e lance candidato próprio em 2014, para uma aliança apenas em eventual segundo turno.

Na reunião nacional da qual Marisa participou, também ficou definido que as convenções estaduais acontecerão em abril e a nacional em maio. A tendência é que Sérgio Guerra continue no comando da sigla em âmbito nacional e o deputado Reinaldo Azambuja seja reeleito em Mato Grosso do Sul.

Reforma da Previdência deve ser votada na semana que vem, diz Meirelles
A reforma da Previdência deve ser votada na semana que vem, de acordo com o ministro da Fazenda Henrique Meirelles. A declaração foi dada na noite de...
Quanto mais reforma demorar, mais dura será correção, diz ministro
Caso o governo não consiga aprovar a reforma da Previdência ainda este ano, conseguirá em 2018, disse hoje (11) o ministro do Planejamento, Dyogo Oli...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions