A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 22 de Abril de 2018

15/03/2018 08:56

PSOL marca protesto sobre assassinato de vereadora do RJ

Manifestação vai ocorrer na Praça Ary Coelho, em Campo Grande

Leonardo Rocha
Ato em Campo Grande será para protestar contra a morte da vereadora Marielle Franco ( Renan Olaz/Câmara do Rio de Janeiro)Ato em Campo Grande será para protestar contra a morte da vereadora Marielle Franco ( Renan Olaz/Câmara do Rio de Janeiro)

Os militantes do PSOL-MS irão promover protesto hoje (15), a partir das 17h, na Praça Ary Coelho, em Campo Grande, devido assassinato da vereadora Marielle Franco (PSOL-RJ), que ocorreu ontem (14) à noite no Rio de Janeiro.

O presidente municipal do PSOL, Henrique Nascimento, diz que será "ato democrático" e espera a participação de representantes de outros partidos, estudantes e da população. "A forma como ocorreu o crime nos leva a crer que se tratou de uma execução, e que os motivos seriam os posicionamentos e atuação política da Marielle", acredita.

Henrique ponderou que a vereadora investigava casos de abusos da força policial, principalmente em relação a mortes que ocorreram na periferia. "Ela vinha da favela da Maré e era contundentes sobre as denúncias, como não houve qualquer tipo de roubo, a investigação deve seguir por este caminho".

Marielle foi assassinada ontem (14), por volta das 21h30, quando deixava um evento político na cidade. Segundo informações da polícia, bandidos em um carro emparelharam ao lado do veículo onde estava a vereadora e dispararam. Ela foi atingida por pelo menos quatro tiros na cabeça. 

Além da vereadora, o motorista do carro, Anderson Pedro Gomes, também morreu no local. Marielle vai ser velada na Câmara dos Vereadores, a partir das 11h. Ela tinha 38 anos e se apresentava como "cria da favela da Maré". Foi a quinta mais votada no legislativo municipal, nas eleições de 2016.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions