A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

09/05/2014 16:38

PT e aliados discutem Secretaria de Ciência para MS e política “transversal”

Josemil Arruda
Plenário de Ciência e Tecnologia do PT está acontecendo na Mace (Foto: Facebook)Plenário de Ciência e Tecnologia do PT está acontecendo na Mace (Foto: Facebook)

Após três palestras durante a plenária “ Ciência, Tecnologia e Inovação”, organizada pela equipe que elabora o programa de governo do pré-candidato a governador do PT, senador Delcídio do Amaral, houve quase que um consenso sobre criação da Secretaria Estadual de Ciência e Tecnologia e aplicação de uma política “transversal” em todas as áreas da administração pública. O evento começou esta manhã e prossegue até as 18 horas no Anfiteatro da Mace, no centro de Campo Grande.

“A unanimidade é de que é preciso investimento maior na área, criar secretaria especifica com cunho de Ciência e Tecnologia e aplicação de política transversal onde a ciência e tecnologia gravitaria em todas as áreas ajudando a melhorar a saúde, educação, meio ambiente e os outros setores”, sintetizou Marcus Garcia, coordenador da elaboração do programa de governo do PT.

Nesta manhã, discutiram Ciência e Tecnologia o pesquisador e bacharel em Física Ronaldo Mota, coordenador em Engenharia e Inovação, doutor pela Universidade British Columbia(Canada) e na Universidade de Utah (EUA), e o mestre em Economia Marcos Formiga, graduado em Educação Internacional pela Universidade de Londres e secretário-geral-adjunto do Programa Ibero-Americano de Ciência e Tecnologia.

Marcos Formiga apresentou números sobre como países que chegaram a um elevado índice de avanço na educação. Segundo ele, essas nações fizeram investimento “muito forte em salário de professores” para proporcionar ganhos em pesquisa e extensão.

Para os especialistas, a pesquisa e o ensino têm de dar frutos para a sociedade, sair dos quadrantes da universidade. “Tem de chegar à sociedade, aos governos, materializar o que foi discutido, a pesquisa, transformar a realidade das pessoas, não ficar como produção cientifica unicamente na vida acadêmica”, afirmou Marcus Garcia, ao avaliar os pontos de vista apresentados.

A inovação tecnológica também foi um ponto muito abordado pelos palestrantes na necessidade de Mato Grosso do Sul observar suas vocações e sua riqueza e proporcionar alternativas econômicas para Estado. Através de inovação, o ideal seria aglutinar universidades, institutos e polos de tecnologias, com um viés de ciência e tecnologia voltada para a educação.

Há pouco o doutor em Ciência da Comunicação, com mestrado em Ciência da Informação pela Universidade de Loughborough, da Inglaterra, Antonio Miranda, falou sobre a necessidade de informação na inovação tecnológica. Neste momento, o doutor em Filosofia e especialista em Ciência da Computação Mamede Lima Marques está fazendo palestra sobre cidades digitais, inteligentes.

Na agenda dos trabalhos da plenária, na sequência farão palestras o especialista em Gerência de Projetos de Engenharia de Software, Átila Pessoa Costa e o arquiteto e urbanista José Gleidson Dantas da Cunha, mestre em Ciências Geodésicas e Tecnologias da Geoinformação e em Monitoramento e Políticas Urbanas.

 

 

Presidente Michel Temer deve ter alta na manhã desta sexta-feira
O presidente Michel Temer deverá ter alta hospitalar na manhã desta sexta-feira (15), informou o médico Roberto Kalil Filho, que coordena os cuidados...
Interrogatório de Lula na Operação Zelotes é marcado para fevereiro de 2018
A Justiça Federal em Brasília marcou para o dia 20 de fevereiro de 2018 os interrogatórios do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e de seu filho ...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions