ACOMPANHE-NOS    
JANEIRO, QUARTA  26    CAMPO GRANDE 31º

Política

Puccinelli afirma que não usará visita de Aécio Neves para pedir apoio

Por Wendell Reis | 13/03/2012 16:58
O interesse é deles de me procurarem, diz André sobre conversa com Aécio Neves (Foto: Marlon Ganassin)
O interesse é deles de me procurarem, diz André sobre conversa com Aécio Neves (Foto: Marlon Ganassin)

O governador André Puccinelli (PMDB) garantiu na tarde desta terça-feira (13) que não vai procurar o senador Aécio Neves (PSDB) durante sua visita a Campo Grande, programada para o dia 19 de abril. O governador afirmou que não deve procurá-lo ao ser questionado se pediria para Aécio apoiar o pré-candidato do PMDB a prefeitura de Campo Grande, Edson Giroto.

“Eu não vou procurar ninguém. O interesse é deles de me procurarem”, declarou Puccinelli, avaliando que o PSDB pode e tem o direito de ter candidato. “Respeitamos a condição do Reinaldo Azambuja. Ele quer ser candidato. Ótimo que seja. É bom para democracia”.

O PSDB também está ciente de que a vinda de Aécio não deve influenciar tanto na busca por alianças em Campo Grande. Ao ser indagado sobre a possibilidade da vinda de Aécio ser útil para convencer o DEM a compor com o PSDB na Capital, o vice-presidente estadual do PSDB, Márcio Monteiro, avaliou que a visita não deve ser decisiva neste sentido:

“Não creio que isso seja fator que irá definir. Fortalecer. A experiência do Aécio fortalece o projeto de políticas para Campo Grande e no processo político fortalece muito. Mas, não é vinda dele que vai definir apoio de outros partidos que se propõe a apoiar”, avaliou o deputado, ressaltando que a experiência de Aécio na administração de Minas Gerais serve de exemplo para todo o País.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário