A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

08/11/2012 11:51

Puccinelli nega intevenção na eleição à presidência da Câmara

Governador também comentou sobre a disputa à Mesa Diretora da Assembleia

Fabiano Arruda e Danúbia Burema
Governador André Puccinelli diz que presidência da Câmara é interesse do prefeito. (Foto: Minamar Junior)Governador André Puccinelli diz que presidência da Câmara é interesse do prefeito. (Foto: Minamar Junior)

O governador André Puccinelli (PMDB) garantiu, nesta quinta-feira, enquanto participava de agenda pública, que não vai interferir na disputa pela presidência da Câmara Municipal de Campo Grande a partir do ano que vem com apoio a qualquer candidato.

“Quem tem que opinar sobre isso é o prefeito e sou governador, mas, mesmo que fosse, ia respeitar a autonomia da Câmara”, comentou.

Pelas especulações sobre a disputa até agora, pelo menos cinco nomes podem ser apresentar como candidatos ao comando do Legislativo da Capital.

Zeca do PT, Rosiane Modesto, a professora Rose (PSDB), Edil Albuquerque (PMDB), Mário César (PMDB) e Flávio César (PTdoB) aparecem como cotados. O concorrente precisa do voto de 15 vereadores para se eleger.

A base eleita na chapa do candidato Edson Giroto (PMDB) conta com 21 parlamentares. O grupo que apoiou o prefeito eleito Alcides Bernal (PP) conta com oito.

Assembleia – Puccinelli também se manifestou sobre a eleição para a Mesa Diretora da Assembleia Legislativa, que ocorre no mês que vem.

Ele disse ter acionado sua base para que os deputados ser articulem. Para André, Jerson Domingos (PMDB) poderia ser reconduzido à presidência, pois “está fazendo um bom trabalho”.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions