A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

30/05/2012 20:37

Puccinellli afirma que pesquisa com pais respaldou corte de salários

Nyelder Rodrigues e Fabiano Arruda

O governador André Puccinelli (PMDB) afirmou na noite desta quarta-feira (30) que não vai voltar atrás na decisão de descontar o dia não trabalhado dos servidores administrativos da Educação do Estado, durante paralisação por reajuste salarial.

Puccinelli afirma que os descontos são baseados em uma pesquisa realizada com os pais de alunos das escolas estaduais, que resultou em reclamações sobre a paralisação. A consulta, disse, respalda o desconto que o governo determinou.

Duodécimo - Uma das maneiras proposta pelos deputados estaduais dos servidores serem ressarcidos seria descontando o valor do repasse do duodécimo à Assembleia. Entretanto, Puccinelli diz que o governo não vai autorizar a proposta.

“Não autorizo esse ressarcimento. Fiz o mesmo com outras categorias. No governo André, não trabalhou, desconta”, declara Puccinelli.

Reunião - Amanhã (31) cedo, na governadoria, Puccinelli e o presidente da Assembleia Legislativa, o deputado estadual Jerson Domingos (PMDB) vão se reunir para discutir a questão.

Corte de salário de servidores do Estado será debatido amanhã cedo
A definição sobre o desconto de um dia de trabalho dos servidores administrativos da educação de Mato Grosso do Sul, em punição à paralisação feita e...
Tribunal marca julgamento da apelação de Lula para janeiro de 2018
O Tribunal Regional Federal (TRF) da 4ª Região, sediado em Porto Alegre, marcou para 24 de janeiro de 2018 o julgamento da apelação do ex-presidente ...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions