A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

29/01/2010 12:40

Queda de 14% no FPM este mês agrava crise de prefeituras

Redação

Em dificuldade financeira desde o ano passado, quando sofreram para pagar o 13º salário, as prefeituras de Mato Grosso do Sul começam 2010 com queda de 14% no repasse do FPM (Fundo de participação dos Municípios.

Segundo a Assomasul (Associação dos Municípios de Mato Grosso do Sul), os 78 municípios receberam R$ 45.790.016,17 em janeiro deste ano, 14,4% inferior aos R$ 53.555.286,30 repassados no mesmo período do ano passado.

Tucano, o prefeito de Terenos e presidente da Assomasul, Beto Pereira, responsabilizou o Governo de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) pela redução. Ele disse que a economia não está reagindo. Prefeituras suspenderam os investimentos previstos para este mês em decorrência da queda na receita.

A prefeitura de Itaporã receberá 17% menos em relação a dezembro, com o repasse oscilando de R$ 688,6 mil para R$ 565,5 mil. O prefeito de Maracaju, Celso Vargas (PTB), está com R$ 164 mil menos em relação a dezembro do ano passado. Foram R$ 754 mil este mês, contra R$ 918,1 mil em dezembro de 2009.

Em Amambai, o prefeito Dirceu Lanzarini (PR) também trabalha com a receita apertada em decorrência da queda do FPM

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions