A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

17/05/2012 16:51

"Quem não aceitar, peça para sair", diz Assis, ao reafimar candidatura do PSDB

Wendell Reis

Presidente municipal afirma que a legenda não vai amarelar

Presidente Municipal do PSDB afirma que se reuniu com Azambuja e reafirmou candidatura em Campo Grande (Foto: João Garrigó)Presidente Municipal do PSDB afirma que se reuniu com Azambuja e reafirmou candidatura em Campo Grande (Foto: João Garrigó)

O presidente municipal do PSDB, Carlos Alberto de Assis, afirmou ao Campo Grande News que o partido tem candidato em Campo Grande e “não vai amarelar”. Ele analisa que há um vazio na disputa, o que abre espaço para o PSDB em Campo Grande.

“Tem candidatura posta e quem não quiser aceitar que peça para sair. Eu sou homem. Não ascendo uma vela para Deus e outra para o diabo. A candidatura do partido está posta e foi aprovada por unanimidade. Ele (deputado federal Reinaldo Azambuja) só não será candidato se não quiser”.

Carlos Alberto de Assis diz que o partido está satisfeito com a pesquisa do Ipems, divulgada pelo Campo Grande News, que dá ao candidato 7% das intenções de voto e “sem o apoio de grandes figuras do Estado”.

O presidente do PSDB fez uma reunião com o Reinaldo Azambuja nesta tarde e confirmou a candidatura. Assis afirma que perguntou a Azambuja se ele será mesmo candidato e recebeu a confirmação de que sim. Segundo Assis, o partido tem 45 nomes para disputar em chapa pura as vagas para a Câmara Municipal. Além disso, afirma que tem feito contatos para alianças em Campo Grande e o partido não sairá sozinho.

“Aqueles que estão com medo é porque não procuraram a gente para saber das condições oferecidas aos pré-candidatos. Estamos conversando com todos os partidos, inclusive com o PMDB. A conversa se estende até 30 de junho e há possibilidade dele nos apoiar”.

Hoje o Campo Grande News mostrou que o PSDB sinalizava uma indefinição quanto à candidatura para a sucessão do prefeito Nelson Trad Filho (PMDB). As declarações dos vereadores e do próprio pré-candidato deixaram brechas para interpretações de que o partido poderia recuar. O próprio Azambuja declarou que não seria candidato se não tivesse apoio do partido.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions