ACOMPANHE-NOS    
AGOSTO, SEGUNDA  15    CAMPO GRANDE 24º

Política

Queridinho dos ciclistas, trecho até Furnas do Dionísio deve ter faixa exclusiva

Saindo de Campo Grande até Rochedinho, grupos de pedal poderão ter ciclofaixa para garantir segurança

Por Gabriela Couto | 23/02/2022 12:36
Ciclista pedala no acostamento de rodovia em Mato Grosso do Sul, disputando espaço com caminhão. (Foto: Henrique Kawaminami)
Ciclista pedala no acostamento de rodovia em Mato Grosso do Sul, disputando espaço com caminhão. (Foto: Henrique Kawaminami)

O presidente da Assembleia Legislativa, Paulo Corrêa (PSDB), levantou a bandeira em prol de uma ciclofaixa nas estradas estaduais. “Ciclovia no macroanel de Campo Grande é questão de política pública”, destacou ele, ao anunciar na tribuna da sessão ordinária desta quarta-feira (23), que pediu uma reunião com o Governo do Estado, a Fundesporte e os grupos de ciclistas.

A conversa pontuará uma interlocução necessária para a implementação de ciclovias em todo o macroanel, começando pelo trecho de Campo Grande/Rochedinho, em que o Poder Executivo lançou nesta semana obras na estrada da MS-010.

“Queremos um estudo aprofundado que possa viabilizar um projeto integrado com a estrada, que permita aos nossos ciclistas trafegarem com segurança. Se a gente não der o primeiro passo, nunca vamos começar nada. A gente quer fazer com que a grande maioria que está com problema de praticar seu esporte seja atendida. Por exemplo, se acontece um acidente, não tem condição de salvar. Esse é um movimento que veio para ficar”, argumentou Paulo Corrêa.

Presidente da Assembleia Legislativa, Paulo Corrêa (PSDB). (Foto: Wagner Guimarães)
Presidente da Assembleia Legislativa, Paulo Corrêa (PSDB). (Foto: Wagner Guimarães)

Segundo o presidente, a obra atenderá Rochedinho e Furnas de Dionísio, local com bastante potencial turístico, e pode ser integrada com a política pública do Programa Estrada Viva, também de sua interlocução, que monitora os índices de acidentes que envolvem o atropelamento de animais e propõe medidas preventivas de mitigação a estes incidentes.

“Por isso, solicitei essa reunião para que possamos adequar ainda mais as rodovias, não só para os animais, mas também aos ciclistas, que é uma coisa fácil de se resolver. Claro que terá um custo, mas vai preservar muitas vidas. Vamos começar por Campo Grande, atender os locais que têm muitos grupos pedalando, como Terenos e Piraputanga, e depois levar para o interior, como, por exemplo, em Sete Quedas, já tem um grupo muito forte que vai até Tacuru. Que possamos fazer isso e dar prioridade à vida e possibilitar a prática de esporte, valorizando a saúde”, finalizou.

Parabenizando a iniciativa, o deputado Herculano Borges (Solidariedade) reforçou o pedido e disse que, em 2019, também enviou requerimento ao Governo do Estado pedindo a viabilização de uma ciclovia para atender o trecho Campo Grande/Terenos. “Vamos retomar essa discussão e fortalecer o pedido. A importância do esporte é um grande movimento a se valorizar. Vai ser uma grande vitória a todos, em especial, ciclistas”, considerou.

Nos siga no Google Notícias