A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 19 de Agosto de 2017

12/12/2014 10:49

Reinaldo Azambuja imita CGU e cria controladoria para auditar gestão

Leonardo Rocha
Reinaldo anunciou ontem, a criação da Controladoria Geral do Estado (Foto: Alcides Neto)Reinaldo anunciou ontem, a criação da Controladoria Geral do Estado (Foto: Alcides Neto)

O governador eleito, Reinaldo Azambuja (PSDB), anunciou ontem (11), a criação da Controladoria Geral do Estado, que terá a função de promover as auditorias e ditar o controle da gestão tucana, a partir de 2015. Ela será formada por corpo técnico independente, seguindo os moldes da CGU (Controladoria Geral da União).

Azambuja explicou que este órgão, do governo estadual, irá ampliar as ações e atividades de auditoria que já são feitas pelo governo atual, na Secretaria Estadual de Fazenda. "Ela vai nos servir como um controle interno, que resolvemos estender e ter um trabalho mais amplo, do que desenvolvido na atualidade", ressaltou ele.

A Controladoria Estadual terá seu corpo técnico independente, nomeado pelo novo governador, fazendo as auditorias e revisões nos contrato e projetos iniciados, assim como aqueles que terão sequência advindos do governo anterior, pois são políticas de Estado e não de apenas um governo.

"Temos por exemplo a questão dos incentivos fiscais, que se tratam de uma política de Estado, com previsão para os próximos governos, não se encerra, quando se inicia uma nova administração", explicou Reinaldo.

Ele ressaltou que esta criação se trata de mais uma ação para buscar a "transparência" no seu governo, para que a população possa saber dos projetos e ações desenvolvidas pelo executivo estadual.

A Controladoria está na chamada "Estrutura de Governança e Gestão", junto com a Secretaria de Governo e Casa Civil, que segundo a nova administração, ficará incumbida de dar a direção ao novo governo, realizando o controle das atividades que estiverem em execução.

Exemplo - Este novo órgão seguirá os moldes da CGU (Controladoria-Geral da União), que faz parte da Governo Federal, que tem o objetivo de assistir a defesa do patrimônio público e ao incremento da transparência da gestão, por meio de controle interno dos órgãos e recursos federais.

A CGU realiza as auditorias públicas, correição, prevenção, supervisão técnica e combate à corrupção, motivo pelo qual foi criada na gestão do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB), em 2 de abril de 2001, com este propósito declarado.

Na sua estrutura possui Assessoria Jurídica, Secretaria Executiva, Ouvidoria Geral da União, Secretaria de Prevenção da Corrupção e Informações Estratégicas, Controladorias Regionais da União nos Estados e Conselho de Transparência Pública e Combate à Corrupção.

Câmara vai homenagear 84 pessoas em sessão do aniversário de 118 anos
A Câmara Municipal de Campo Grande vai homenagear 84 pessoas em sessão solene na próxima quarta-feira (dia 23). Na ocasião, a partir das 19h, serão ...
Moreira Franco: MP das Rodovias dará segurança jurídica e resolverá problemas
O ministro da Secretaria Geral da Presidência, Moreira Franco, afirmou que a MP das Rodovias vai garantir condições de investimento nas concessões at...
Puccineli quer candidato de consenso a presidência do PMDB em MS
Só se for sem disputa. É assim que o ex-governador de Mato Grosso do Sul, André Puccinelli (PMDB), quer disputar o comando da legenda no Estado, nas ...



Quero parabenizar o governador eleito na criação da Controladoria Geral do Estado. Com certeza ela será de grande valia para a nova administração, pois o corpo técnico da AGE (Auditoria Geral do Estado) que será realocado para a Controladoria, é de extrema competência.
 
Almeida em 12/12/2014 17:23:02
Veremos se o novo governador seguirá o bom exemplo de nosso vizinho MT e fará Concurso Público para o preenchimento das vagas dessa nova Controladoria ou se esta será somente mais uma forma de alocar comissionados???!!!
 
RIBEIRO em 12/12/2014 12:25:21
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions