A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

25/02/2013 18:04

Reinaldo nega busca por cargos e "faca no pescoço" de Bernal

Zemil Rocha
Reinaldo, empresário Jose Luiz Guazzelli e Bernal: Negócio imobiliário (Foto: Divulgação)Reinaldo, empresário Jose Luiz Guazzelli e Bernal: Negócio imobiliário (Foto: Divulgação)

O presidente regional do PSDB, deputado federal Reinaldo Azambuja, garantiu hoje, em entrevista ao Campo Grande News, que seu partido não está fazendo qualquer tipo de pressão ou ameaça para cooptar cargos. “Em momento algum o PSDB está fazendo barganha ou atrás de cargos”, afirmou Azambuja. “Não colocamos a faca no pescoço dele”, continuou ele.

No último sábado, em coletiva de imprensa, Bernal reclamou do PSDB, chegando a dizer de tratava-se de um comportamento “equivocado” de buscar cargos públicos em vez de fazer política com base de propostas de governo. E avisou que não aceitaria “pressão”.
Reinaldo Azambuja garante que o PSDB sempre fez propostas para o desenvolvimento de políticas públicas. Soa-lhe, inclusive, estranho o fato de a imprensa ter noticiado que a intenção dos tucanos era a demissão do atual secretário de Educação, José Chadid, para que a vereadora Rose Modesto assumisse a pasta. “Em momento nenhum colocamos isto”, declarou ele.

Na reunião da semana passada, dia 18, os líderes do PSDB disseram ao prefeito apenas que gostariam de colaborar na administração e, em contrapartida, ele teria o apoio do partido. Segundo Reinaldo, os tucanos deixaram claro a política que os interessa na Secretaria Municipal de Educação: “Eleição direta para diretor de escolas municipais, hora atividade para professoras, retorno de todos os Ceinfs que hoje estão na Secretaria de Assistência Social para a Semed, políticas que defendemos na eleição e defendemos agora no mandato”.

Diante do fato de que essa política educacional é contrária à pregada pelo atual secretário de Educação, José Chadid, que é filiado ao PSDB, Reinaldo Azambuja respondeu: “A responsabilidade pelo Chadid é do prefeito. O nome dele não passou pelas instâncias partidárias”.

Diante da reivindicação feita pelo PSDB, conforme Azambuja, não há prazo para resposta do prefeito, embora a crença é de que a decisão seja anunciada nesta semana. “O prefeito Alcides Bernal tem de tomar decisão sobre a composição da base política. Hoje não estamos na composição porque escolha que ele fez não passou pelas instâncias partidárias”, insistiu o dirigente partidário. “Tem que ver se o prefeito vai querer ou não o PSDB, é decisão que ele tem de tomar”, acrescentou. “O que ele não pode é dizer que o PSDB está dentro da administração, porque isso não é verdade”.

Acompanhando empresário - O deputado federal Reinaldo Azambuja esteve hoje de manhã com prefeito Alcides Bernal, acompanhando o empresario Jose Luiz Guazzelli, da Tcno Park. "Só fui apresentar o empresário, a pedido do nosso pessoal de São Paulo", explicou Reinaldo.

Segundo Reinaldo, o empresário paulista quer montar um empreendimento imobiliário em Campo Grande. "Mostrou um projeto para montar um loteamento", revelou. "E o prefeito ficou de olhar isso com a equipe técnica dele, que faz parte da Secretaria de Desenvolvimento Urbanístico", disse.

A intenção é fazer um loteamento na saída para Três Lagoas, com mais de 1.600 lotes, em seis etapas. Reinaldo não soube informar o valor do investimento.

Indagado se ele e Bernal voltaram a falar sobre política e participação do PSDB na administração, Azambuja respondeu negativamente. "O que tinhamos de falar já falamos na reunião que fui com nossos deputados e vereadores. O PSDB conversou o que tinha de conversar. Agora estamos aguardando resposta", afirmou.

 

 

 



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions