A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 20 de Março de 2019

30/10/2018 11:21

Reinaldo terá apoio e governabilidade na Assembleia, avaliam deputados

Parlamentares estaduais acreditam que governador reeleito terá facilidade para aprovar projetos

Izabela Sanchez e Leonardo Rocha
Deputados estaduais durante sessão desta terça-feira (Divulgação/Alms)Deputados estaduais durante sessão desta terça-feira (Divulgação/Alms)

O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) foi reeleito para um segundo mandato com 52,35% dos votos em Mato Grosso do Sul. Vencedor em 55 dos 79 municípios de Mato Grosso do Sul, o governador deve ter facilidade para aprovar projetos e boa governabilidade junto à Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul. É o que avaliam os deputados estaduais, e destacam que o governador conta com 16 deputados eleitos pela coligação.

Líder do governo da Assembleia, Rinaldo Modesto (PSDB) afirma que, com a bancada de apoio eleita na Casa, Azambuja terá “todas as condições” no segundo mandato. O governador vai receber, avalia o deputado, apoio para aprovar projetos importantes, já que tem uma base consolidada.

Modesto também afirma que Reinaldo já conta com apoio de 6 deputados federais, além de ter boa relação com o presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL).

Zé Teixeira, do DEM, afirma que a vitória de Reinaldo ajuda o Estado ao dar continuidade à gestão. Ele declara que, dessa forma, projetos e programas iniciados podem ter seguimento. O deputado também lembrou que muitos Estados terão o período de transição, que atrasa o início da gestão.

“Aqui vai ter continuidade, vai ser positivo. Ele terá o apoio da assembleia para votar projetos importantes”, comenta. Zé Teixeira também acredita que o momento, para o governador, é de avaliação, para decidir os pontos que foram positivos e os que precisam ser melhorados.

É o que também avalia outro integrante do DEM, José Carlos Barbosa. Ele declarou que Reinaldo finalizou o primeiro mandato com aprovação da população. Na nova gestão, afirma, é importante que o chefe do executivo “faça um balanço”, para elencar o que precisa ser corrigido. Ter uma base aliada “ampla” na Assemblei, destaca, facilita a governabilidade.

Parte da reduzida bancada de oposição na Assembleia, Pedro Kemp (PT), afirma que a bancada oposta sempre foi minoria. Ainda assim, explica, continuará “propositiva”. A bancada deve apoiar, segundo Kemp, projetos que forem “bons”. As propostas que retirem os direitos, defende, enfrentarão resistência.

Para o deputado do MDB Márcio Fernandes, o apoio da legenda foi essencial para que Reinaldo conseguisse a aprovação de projetos durante o primeiro mandato, a exemplo da reforma da previdência estadual. Ele avalia que o governador terá apoio e governabilidade e espera que o governo amplie investimentos em áreas como saúde e educação.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions