A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

04/09/2015 12:50

Ricardo Ayache irá filiar ao PSB com a presença de presidente nacional

Leonardo Rocha
Ricardo Ayache se filia ao PSB no próximo dia 19, mas desconversa sobre eleição do ano que vem (Foto: Divulgação)Ricardo Ayache se filia ao PSB no próximo dia 19, mas desconversa sobre eleição do ano que vem (Foto: Divulgação)

O presidente da Cassems (Caixa de Assistência dos Servidores de Mato Grosso do Sul), Ricardo Ayache, revelou que irá se filiar ao PSB, no próximo dia 19 de setembro, em evento que vai contar com a participação do presidente nacional do partido, Carlos Siqueira. Ele anunciou sua saída do PT, no último dia 18 de agosto, após 14 anos na legenda.

“Vamos agora seguir no PSB, no próximo dia 19 iremos realizar a filiação no partido, estamos muito contentes, sabendo que a população quer uma nova política e muito trabalho, neste ano tão complicado”, disse Ayache, durante a Conferência de Direito Ambiental, nesta manhã (04), no Centro de Convenções Rubens Gil de Camillo.

Ayache não quis comentar se pode ser candidato a prefeito de Campo Grande, em 2016, dizendo que ainda está muito cedo para se discutir o cenário político para o ano que vem, ressaltando que neste momento a população quer outras prioridades, como melhorar as condições de vida e sair da crise financeira. “Temos outras pautas importantes para discutir, a questão eleitoral e definição de candidatos precisa ficar para 2016”.

Ele era um dos cotados para ser candidato do PT em 2016, a prefeitura da Capital, principalmente depois dos bons resultados na campanha para o Senado, onde ficou na segunda colocação, com mais de 280 mil votos, perdendo apena para senadora eleita, Simone Tebet (PMDB).

Ayache assumiu a presidência da Cassems após a saída do ex-deputado Lauro Davi (PROS), que deixou a entidade para disputar as eleições em 2010. Na sua saída do PT, disse que não se sentia confortável em prosseguir no partido, em função da incoerência e prática política adotada.

As lideranças do PSB já apontaram a deputada fedeal Tereza Cristina, como possível nome a prefeitura de Campo Grande, sendo que o vereador Carlos Borges (PSB), o Carlão, também colocou o nome a disposição. Ayache deve entrar nesta lista para sucessão municipal.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions