A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 10 de Dezembro de 2018

19/01/2018 18:19

Rose defende que PSDB inclua vaga de vice na composição de alianças

Vice-governadora disse também que pretende disputar as eleições, mas só vai definir o cargo no período de convenções partidárias

Humberto Marques
Rose afirma que vaga de vice pode ser usada em composições partidárias neste ano. (Foto: Paulo Francis)Rose afirma que vaga de vice pode ser usada em composições partidárias neste ano. (Foto: Paulo Francis)

Atual vice-governadora de Mato Grosso do Sul, Rose Modesto acredita que será importante para o PSDB ter a vaga à disposição para negociações de alianças para a disputa eleitoral deste ano –na qual os tucanos tendem a defender a reeleição do governador Reinaldo Azambuja. Em visita à redação do Campo Grande News, Rose também confirmou que deve concorrer a um cargo eletivo, a ser indicado durante as convenções partidárias em julho.

Reinaldo –que está de férias e deve retornar à administração estadual em 26 de janeiro– tem reiterado que só se pronunciará sobre a eventual reeleição depois de fevereiro. No entanto, no PSDB, o lançamento de seu nome para concorrer a um novo mandato no Parque dos Poderes é dado como certo. Para Rose, a vaga de vice é um posto interessante a ser apresentado na discussão de alianças com outros partidos.

“Tenho conversado com algumas pessoas do partido internamente. E acho que para o PSDB, que internamente tem pensado na possível reeleição, é importante deixar a vice para a composição”, declarou a governadora em exercício, reforçando que tem “trabalhado muito como vice, procurado ajudar o Reinaldo, mas cumprindo agendas de governo e não andado o Estado para discutir política”.

Rose ainda confirmou que pretende disputar a eleição. “A decisão não é minha: preciso combinar com o eleitor, discutir com as pessoas”, emendou ela, que já foi citada para a disputa de uma cadeira na Câmara Federal. A governadora em exercício disse já ter ouvido tal possibilidade, contudo, negou ter tomado decisão nesse sentido. “Vou colocar meu nome à disposição na hora certa. O momento agora é de trabalhar. Até junho tomarei a decisão pactuada com o partido”.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions