A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

10/07/2014 14:01

Se eleito, Reinaldo promete mudar divisão de recursos do Fundersul

Edivaldo Bitencourt
Candidato a governador quer dividir Fundersul conforme a malha viária de cada município (Foto: Cleber Gellio/Arquivo)Candidato a governador quer dividir Fundersul conforme a malha viária de cada município (Foto: Cleber Gellio/Arquivo)

Os critérios de aplicação dos recursos do Fundersul (Fundo de Desenvolvimento do Sistema Rodoviário de Mato Grosso do Sul) serão alterados se o deputado federal Reinaldo Azambuja (PSDB) for eleito governador do Estado em outubro. A promessa foi feita por ele em reunião com veterinários, zootecnistas e pequenos produtores.

O candidato diz que, num primeiro momento, não pretende acabar com o fundo, mas mudar a forma de divisão da receita entre os municípios, “que hoje é feita com base na arrecadação de ICMS” (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços). O repasse seria de acordo com a extensão da malha viária.

Reinaldo Azambuja pretende, se eleito, revogar lei que modificou as regras do fundo destinando parte do montante arrecadado para investimento em vias urbanas. Na sua avaliação, essa lei vai contra o objetivo do fundo, “cobrando sobre a produção agrícola, pecuária e combustíveis para construção, manutenção, recuperação e melhoramento de rodovias estaduais, pontes e obras complementares”.

“O governo tem que ter as suas prioridades para atacarmos as demandas. Temos o Fundersul que precisa ser rediscutido com o setor produtivo do Estado: agropecuária, indústria e comércio. Por quê? Porque tem obras do Fundersul que eu não entendo. Tem pavimentações de rodovias que são questionáveis. Eu acho que nós precisamos discutir isso. Se é um fundo que é rateado e pago por todos nós, todos os setores, vamos discutir qual é o eixo prioritário do Estado”, afirmou.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions