A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 18 de Agosto de 2017

09/04/2014 12:19

Deputados aprovam mudanças no Fundersul para investimentos em vias públicas

Leonardo Rocha
Deputados aprovam em duas votações projeto que modifica lei do Fundersul (Foto: Assessoria - Giuliano Lopes)Deputados aprovam em duas votações projeto que modifica lei do Fundersul (Foto: Assessoria - Giuliano Lopes)

Os deputados aprovaram em primeira e segunda votação o projeto que modifica a lei sobre o Fundersul (Fundo de Desenvolvimento do Sistema Rodoviário do Estado de Mato Grosso do Sul), sendo 50% do montante referente ao óleo diesel que será destinado a investimento em vias públicas dos municípios.

A pedido do líder do PMDB, o deputado Eduardo Rocha, o presidente da Assembleia, Jerson Domingos (PMDB) convocou uma sessão extraordinária para votar a proposta em segunda, e assim já enviar para publicação do executivo estadual.

“Esta mudança irá se juntar a receita que já é advinda do álcool e gasolina, os prefeitos sempre pedem recursos para investir nas vias públicas, com recapeamento e tratamento destes locais”, destacou Eduardo.

De acordo com o líder do PMDB, com esta alteração serão disponibilizados R$ 4 a 5 milhões por mês apenas para esta finalidade no Estado. “Agora existe a possibilidade do governo fazer este investimento usando esta mudança”, completou.

Outros projetos – Além desta matéria, os deputados aprovaram outras propostas do legislativo, como do deputado Maurício Picarelli (PMDB) que prevê implantação de posto médico em instituições de ensino para prestar atendimento emergencial no Estado.

O projeto do deputado Junior Mochi (PMDB) que disciplina o uso de aparelhos sonoros em viagens de ônibus intermunicipais também teve o aval dos parlamentares, assim como do deputado Laerte Tetila (PT) que proíbe utilização de artefatos e materiais inflamáveis em locais fechados, que são utilizados para uso coletivo.

Estas matérias foram levantadas após incidentes no âmbito estadual e nacional. Sobre ao atendimento médico nas universidades, foi em função da morte da estudante em instituição da Capital, após passar mal na sala de aula.

Já a proposta de Tetila ainda relembra a tragédia que ocorreu no Rio Grande do Sul, quando centenas de jovens morreram em uma boate na cidade de Santa Maria.




Absurdo! O Fundersul foi criado para melhorar as vias rurais e é cobrado dos produtores. Pra melhorar nas cidades, que cobre dos cidadãos, não dos produtores!
 
Ricardo Farias em 09/04/2014 14:26:09
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions