A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

29/01/2010 16:14

Se Murilo não for candidato, André se afasta do Governo

Redação

O governador André Puccinelli (PMDB) afirmou, hoje à tarde, que poderá se afastar do Governo do Estado para fazer campanha, caso o vice-governador Murilo Zauith (DEM), aceite. Como o democrata pretende disputar o Senado, ele teria de abdicar dessa vontade.

A afirmação foi feita durante a inauguração do diretório regional do PMDB na Capital, que conta com a presença do pré-candidato peemedebista a presidência da República, Roberto Requião.

Segundo o governador, ele irá conversar sobre a possibilidade da licença com Zauith. Caso o democrata aceite, ele assumirá o Governo do Estado por um período durante a campanha eleitoral, já que Puccinelli se afastará somente após a convenção partidária, prevista para ocorrer entre 10 e 30 de junho.

A medida pode fazer parte da estratégia do governador sul-mato-grossense para contemplar todos os aliados. Como é dada como certa a reeleição do senador Delcídio do Amaral (PT), o PMDB só deverá lançar um candidato ao Senado, que poderá ser Valter Pereira ou o deputado federal Waldemir Moka.

No entanto, a estratégia esbarra na candidatura de Murilo ao Senado, que conta com o apoio do PSDB e do PPS. Se não disputar nenhum cargo, o democrata poderá assumir o cargo de governador.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions