A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 17 de Agosto de 2017

04/02/2017 14:01

Sem licitação, Fapec aplicará concurso da Câmara de vereadores na Capital

Inscrições devem ser abertas em março e provas aplicadas no fim do semestre

Alberto Dias
Concurso será aplicado pela Fapec, conhecida por elaborar provas consideradas difíceis pelos candidatos. (Foto: Arquivo)  Concurso será aplicado pela Fapec, conhecida por elaborar provas consideradas difíceis pelos candidatos. (Foto: Arquivo)

O Legislativo Municipal dispensou de licitação a empresa responsável pelo concurso público para o preenchimento de 95 vagas efetivas. Conforme publicado na última edição do Diário Oficial do Município (Diogrande), o certame será aplicado pela Fapec (Fundação de Apoio à Cultura e Ensino). Já as inscrições devem ser abertas entre março e abril, após publicação do edital, segundo informou a assessoria da Casa.

Ao Campo Grande News, a presidência da Câmara explicou que a dispensa de licitação é legal e bastante comum, tendo sido aplicada inclusive no certame promovido pela Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul, no fim do ano passado. Na prática, "a Câmara não tem gasto nenhum e também não lucra nada", pontuou, via assessoria.

Em outras palavras, trata-se de uma "terceirização", cabendo à organizadora publicar o edital, recolher o valor das inscrições, elaborar as provas, definir nos locais, contratar as pessoas que aplicarão os testes - todos os termos logísticos e burocráticos que envolvem o processo. O lucro deverá ser revertido ao trabalho da fundação - em pesquisa e educação.

Conforme o procurador jurídico da Câmara Municipal, Fernando Pineis, a casa optou por dispensar a licitação, ao escolher contratar uma entidade sem fins lucrativos para promover o concurso. No caso, os serviços da contemplada serão pagos com o próprio valor arrecadado com as inscrições. “A renda será revertida a ela. Foi uma opção nossa até para economizar”, disse.

Já o presidente da casa de leis, vereador João Rocha (PSDB), aponta que a Fapec tem credibilidade e já fez outros concursos públicos, por isso a preferência pela fundação.

Provas - As provas devem acontecer entre junho e julho, conforme estima a casa de leis e serão ofertadas 95 vagas - 14 para nível fundamental, 61 de nível médio e 20 vagas para ensino superior, com inscrições que custarão R$ 70, R$ 90 e R$ 110, respectivamente.

Urgência - O concurso foi exigido pelo MPE-MS (Ministério Público Estadual de Mato Grosso do Sul), ao constatar que cerca de 90% do quadro funcional da Câmara de Vereadores era composto por cargos comissionados. O fato gerou ação judicial, já que a legislação preconiza que a maioria seja formada por servidores efetivos.

Na ocasião, João Rocha comprometeu-se a realizar o certame e, posteriormente, demitir alguns contratados. Questionado sobre o excesso de comissionados, o tucano discorda e pondera que o concurso é para que haja mais funcionários "de carreira" e adiantou que após o concurso haverá uma demissão gradual, para que a “engrenagem” do Legislativo continue funcionando.

Encerra hoje inscrição de concurso de Câmara com salários de R$ 3,6 mil
Terminam hoje inscrições de concurso público da Câmara Municipal de Deodápolis, distante 252 quilômetros de Campo Grande, para preencher dez vagas. O...
Encerra no dia 27 inscrição de concurso de Câmara para preencher 10 vagas
Terminam no dia 27 de janeiro inscrições de concurso público da Câmara Municipal de Deodápolis, distante 252 quilômetros de Campo Grande, para preenc...
Com concurso suspenso, candidatos à Câmara de Bonito dependem da Justiça
Os 742 candidatos a 15 vagas abertas na Câmara Municipal de Bonito terão de esperar o agendamento de um novo concurso, ainda sem nenhuma previsão. As...
Presidente da Câmara garante concurso no 1º semestre, com 80 vagas
Finalizados os estudos técnicos, a Câmara Municipal está definindo qual instituição aplicará o concurso público que será realizado no primeiro semest...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions