A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 20 de Agosto de 2017

30/07/2015 18:10

Senadores do MS estão entre os que menos faltaram às sessões no semestre

Paulo Yafusso
Como líder do governo no Senado, Delcídio do Amaral participou  de todas as sessões (Foto: arquivo)Como líder do governo no Senado, Delcídio do Amaral participou de todas as sessões (Foto: arquivo)

Os senadores de Mato Grosso do Sul tiveram boa assiduidade no primeiro semestre deste ano, como mostra o levantamento feito pelo Congresso em Foco, com base nos dados oficiais do Senado Federal. Apenas cinco parlamentares compareceram a todas as sessões deliberativas, e entre eles estão Delcídio do Amaral (PT/MS) e Waldemir Moka (PMDB/MS). A senadora Simone Tebet (PMDB) teve apenas uma falta, mas apresentou justificativa.

No período de primeiro de fevereiro a 17 de julho, que compreende o semestre legislativo, foram realizadas 50 sessões deliberativas, quando são votadas novas leis ou mudanças nas leis já existentes. Nesses casos, a presença dos parlamentares é obrigatória. Pelo levantamento, Delcídio do Amaral e Moka participaram de todas as reuniões.

A senadora Simone Tebet (PMDB/MS) disse que o único dia que deixou de participar dos trabalhos no plenário foi quando o tio dela faleceu. Tebet teve que viajar para Três Lagoas, para acompanhar o velório do irmão do pai dela, o ex-senador Ramez Tebet. A parlamentar explicou que muitas vezes eles precisam deixar de participar de uma sessão, por ter um compromisso também importante. E citou que já havia comunicado à Mesa do Senado que estaria ausente no dia 12 de agosto, data em que diretores da Petrobras estariam em Três Lagoas para explicar os motivos da paralisação da fábrica de fertilizantes naquela cidade. Mas a data foi alterada.

Além dos dois, apenas flecha Ribeiro (PSDB/PA), Reguffe (PDT/DF) e Romário (PSB/RJ) tiveram 100% de participação. Dez senadores faltaram a mais de um quarto das sessões. No topo da lista dos faltosos aparece o nome de José Maranhão (PMDB/PA), com 22 faltas, mas elas foram justificadas por problemas de saúde. Na sequência aparece Magno Malta (PR/ES), com 16 ausências, sendo três sem apresentação de motivos. Álvaro Dias (PSDB/MG) faltou seis vezes e em nenhum momento apresentou explicações.

Na Câmara Federal – Já com relação aos deputados federais, o levantamento mostra que apenas 8% dos 513 parlamentares participaram de todas as sessões obrigatórias no semestre legislativo. Somente 44 deles estiveram presentes nos 67 dias de trabalho no plenário, sendo que 20 estão no primeiro mandato. Na lista dos mais mais assíduos não aparece nenhum dos 8 deputados federais de Mato Grosso do Sul.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions