A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 23 de Agosto de 2017

03/04/2014 15:45

Servidora diz que Agepan ficou de fora de pacote de melhorias salariais

Lidiane Kober

Integrante da comissão de negociação do PCC (Plano de Cargos e Carreira) da Agepan (Agência Estadual de Regulação de Serviços Públicos de Mato Grosso do Sul), Silvia Hafez afirmou, nesta quinta-feira (3), que, apesar de esperar por dois anos, os servidores ficaram de fora do pacote de projetos, encaminhado pelo governo e aprovado pela Assembleia Legislativa.

“Há dois anos, a proposta está parada na Secretaria Estadual de Administração, esperando, apenas o OK do governador (André Puccinelli)”, contou a analista de regulação da Agepan. Segundo ela, projetos administrativos, envolvendo a agência, estiveram na pauta de votação dos deputados. “Mas o nosso PCC nem chegou a entrar na pauta”, lamentou.

Na expectativa de reverter o quadro, Sílvia chegou a subir na tribuna da Assembleia para pedir o apoio dos parlamentares. “Nosso pleito foi no sentido de os deputados ajudarem para acelerar a tramitação”, disse.

Agora, por ser ano eleitoral, os servidores serão obrigados a esperar pelo menos mais um ano para ver o PCC tramitar. “O plano organiza a carreira e garante melhorias salariais”, destacou Silvia. Segundo ela, para entrar na Agepan é preciso ter no mínimo pós-graduação.

O quadro de funcionários é de 136 analistas de regulação. “Mas somente 50% estão em atividade na Agepan”, explicou. Ciente do déficit, o governo abriu concurso para contratar novos servidores.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions