A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 25 de Setembro de 2018

12/08/2018 21:34

Simone Tebet desiste e MDB pode apoiar Harfouche na briga por governo

Senadora enviou carta ao partido comunicando que não atenderá pedido feito pelo ex-governador André Puccinelli

Gabriel Neris
Senadora Simone Tebet na convenção do partido no último dia 4 (Foto: Marina Pacheco/Arquivo)Senadora Simone Tebet na convenção do partido no último dia 4 (Foto: Marina Pacheco/Arquivo)

A senadora Simone Tebet desistiu da candidatura ao governo do Estado e agora o MDB estuda indicar o candidato a vice, o procurador licenciado Sérgio Harfouche (PSC), como principal nome da chapa. A desistência foi anunciada neste domingo (12) através de carta encaminhada aos dirigentes do MDB.

O partido tem até quarta-feira para apresentar o pedido de registro ao TRE-MS (Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul). O PSDB do governador Reinaldo Azambuja e o PDT do juiz aposentado Odilon de Oliveira já enviaram os pedidos.

No documento de desistência, Simone afirma que aceitou em um primeiro momento encarar a disputa por ser levada pela emoção, após pedido do ex-governador André Puccinelli, preso desde o dia 20 de julho. Agora, diz que reconsiderou, levando em conta o apelo familiar. “Conhecendo meus problemas de ordem pessoal, recebi apelos contundentes da minha família para não ser candidata”, justificou.

No mesmo documento, a senadora indicou o nome do procurador Sérgio Harfouche para substitui-la, já que era apontado como o vice dela. “Se a opção for a escolha de um quadro partidário para ocupar a cabeça de chapa, quero lembrar o nome do companheiro Sérgio Harfouche, cuja competência e cujo compromisso com esse projeto não podem ser postos em causa”.

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Junior Mochi, afirmou que o partido estuda algumas hipóteses, entre elas apoiar o nome de Harfouche, do PSC, para a vaga deixada por Simone. Dessa forma, o MDB indicaria o vice na chapa.



KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK
O PMDB está coalhado de cagões e cagonas.
Se acostumaram com a vida fácil do golpismo e tem medo de enfrentar as urnas.
 
Critico em 13/08/2018 07:44:33
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions