ACOMPANHE-NOS    
SETEMBRO, SEGUNDA  27    CAMPO GRANDE 19º

Política

STJ recusa recurso e mantém Puccinelli como réu na Coffee Break

Conforme decisão, o voto da ministra Assuete Magalhães foi seguido pelos demais

Por Lucia Morel | 16/06/2021 18:06
André Puccinelli em entrevista quando era governador de MS. (Foto: Arquivo)
André Puccinelli em entrevista quando era governador de MS. (Foto: Arquivo)

O ex-governador André Puccinelli (MDB) teve recurso negado pelo STJ (Superior Tribunal de Justiça) para ser retirado do rol de réus pelo impeachment do então prefeito de Campo Grande, Alcides Bernal (Progressistas), em 2014. Puccinelli é acusado de ter articulado com vereadores o impedimento de Bernal.

Conforme decisão, o voto da ministra Assuete Magalhães foi seguido pelos demais - Francisco Falcão, Herman Benjamin, Og Fernandes e Mauro Campbell Marques, todos da 2ª Turma do STJ.

Na prática, a decisão do STJ mantém o ex-governador como réu na ação de improbidade administrativa junto com outras 21 pessoas. Todas respondem por improbidade administrativa na apuração sobre complô para cassar Bernal, que foi sucedido por Gilmar Olarte, atualmente preso.

A operação foi realizada em 25 de agosto de 2015 pelo Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado). O pedido do MPMS (Ministério Público de Mato Grosso do Sul) é de indenização de R$ 25 milhões por danos morais coletivos.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário