A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 17 de Agosto de 2017

21/05/2015 13:30

Tentativa de adiar votação fracassa e projeto que cria cargos no TCE é aprovado

Lidiane Kober e Leonardo Rocha

A tentativa do deputado estadual Marquinhos Trad (PMDB) de adiar votação do projeto que transforma cargos públicos em comissionados no TCE (Tribunal de Contas do Estado) fracassou e a Assembleia Legislativa aprovou, nesta quinta-feira (21), a proposta.

Marquinhos pediu vistas para apresentar voto na próxima terça-feira (26), mas a maioria dos parlamentares recusou a proposta. Só George Takimoto (PDT) concordou com o pedido.

Para o deputado do PMDB, o projeto tem “vício de constitucionalidade”, pois “transforma cargos públicos em comissionados”.

Esta é a segunda vez que a proposta é discutida na Casa de Leis. Na primeira ocasião, o tema gerou polêmica e o presidente do TCE, Waldir Neves, retirou o projeto. Marquinhos alega que os “vícios” foram mantidos.

A CCJ (Comissão de Constituição e Justiça), por sua vez, deu parecer favorável. E, durante a votação de hoje, as comissões de mérito também disseram sim à matéria.

Ainda na sessão de hoje, os deputados aprovaram reajuste de 8% aos servidores do TCE.




Isto comprova que esses parlamentares definitivamente não estão comprometidos com seus eleitores, mas apenas com seus próprios interesses. Reavivem a memória na hora de votar, porque depois toda a coletividade sofre por intermináveis 4 anos, tendo que engolir esses "elementos" obtendo vantagem a todo momento.
 
Glaucia_C em 21/05/2015 16:43:42
Parabéns aos Deputados (com exceção do dep. Marcos Trad) que aprovam uma Lei que cria mais cargos comissionados para o TCE cujo quadro de comissionados (sem concurso) já está 100% preenchido, são 220 comissionados hoje. E cujo quadro de efetivos (concursados) possui 606 cargos e apenas 334 preenchidos. Parabéns pela afronta ao art. 37 da nossa Constituição, especialmente aos princípios da Moralidade e Eficiência.
 
Amanda em 21/05/2015 14:20:52
Parabéns aos ilustres deputados que concordam os atos improbos do sr. Waldir Neves e seu Tribunal de Faz de Conta! Só uma informação. Sabiam que no TCU há 28 cargos comissionados para 2.689 servidores efetivos, enquanto no TCE MS antes desta rídicula aprovação, já existiam 220 comissionados para 606 servidores efetivos? Sem falar nos "trocentos" terceirizados, estagiários e mirins.
 
jailma soares em 21/05/2015 14:01:31
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions