A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

17/05/2014 10:20

TRE inicia busca por 20 mil mesários, mas há muitos voluntários garantidos

Helton Verão
TRE inicia busca por 20 mil mesários, mas há muitos voluntários garantidos

Trabalhar como mesário em eleição, de forma voluntária, sem receber dinheiro, somente a favor da democracia, da cidadania e os benefícios, apenas isso. Mato Grosso do Sul necessita de 20 mil mesários por eleição, de acordo com o TRE-MS (Tribunal Regional Eleitoral). Além dos convocados já há alguns anos, o órgão iniciou o apelo para atrair voluntários para as eleições deste ano.

Entre as pessoas que já exercem a função há alguns anos, engana-se quem acha que falta disposição e vontade. “Sou mesária há oito anos, em uma eleição que fui votar, distribuíram um formulário, preenchi e desde então não parei mais, nem quero. Quis saber como era e gostei. A sensação é de estar ajudando, exercendo meu papel de cidadã”, comenta a aposentada Marilúcia do Nascimento, 57 anos.

De acordo com a aposentada, ela tem um perfil bom para exercer a função, afinal não é e nunca teve afeto por nenhum partido. “Não tem problema em ser voluntária. Sou também na AACC (Associação de Apoio à Criança com Câncer)”, lembra Marilúcia.

Outra mesária, a advogada Francielia Campos Peixoto, 37 anos, já exerce a função há cinco anos. Ela minimiza ceder um ou dois dias a cada dois anos. “Eles que me convocaram, foi uma ótima experiência, não achei ruim. É uma maneira de exercer a cidadania. Fora que ganho os benefícios, como dois dias de folga, certificado e preferência em desempates de concursos”, exalta.

O turismólogo Juliano Hypolito Ferreira, 34 anos, é presidente de sessão, e não nega a satisfação de trabalhar sim, pelos benefícios. Ele pode conseguir até dez dias de folga por eleição. “Não vou negar, trabalhar um dia e ganhar dois é muito bom. Como sou presidente de sessão, no primeiro turno tenho que comparecer em três dias, se houver 2º turno, mais dois, chegando até dez dias de folga”, revela.

Convocado a primeira vez em 2008, ele lembra que quando jovem via a mãe trabalhando e ficou interessado. “Desejo participar de todas eleições. Por prestar serviço ao país. Ajudar no processo democrático”, completa Juliano.

Todos entrevistados contam que nunca presenciaram e tiveram que conter nenhuma informação ou tomar providencia, como chamar a polícia. “Só uma vez que um senhor bem velhinho, já tinha votado e foi votar de novo. Ele bateu o pé que não tinha votado, mas acho que pela idade, ele já tinha esquecido”, comenta Marlúcia.

“Os mais velhinhos e os adolescentes chamam mais atenção, pois não tem nem obrigação de votar, mas estão ali porque querem. Você sente a vontade de ajudar o país na escolha dos seus comandantes”, ressalta Francielia.

Como funciona – Toda eleição o TRE-MS convoca praticamente as mesmas pessoas que participaram das últimas eleições. “Existe uma base de dados desses convocados. E se monta outra base para os voluntários”, explica Marcos Rafael Coelho, membro do grupo trabalho mesário voluntario do TRE-MS.

Requisitos - Para trabalhar como mesário, é necessário que o eleitor seja maior de 18, tenha concluído o ensino médio, não tenha grau de parentesco até o segundo grau com candidato a cargo eletivo, tenha disponibilidade para prestar serviço à Justiça Eleitoral e esteja em pleno gozo de seus direitos políticos.

Benefícios - São oferecidos a todos aqueles que desejam compor as mesas receptoras de votos em eleições vários benefícios, como: dois dias de folga para cada dia de convocação, auxílio-alimentação ou alimentação, no dia da eleição, ajuda de custo para o combustível do Presidente da Mesa, desempate em concurso público, se previsto no edital, reconhecimento como atividade extra-curricular aos universitários das faculdades conveniadas e certificado de serviços prestados à Justiça Eleitoral.

As inscrições para mesário voluntário deste ano podem ser em cartórios eleitorais e através do link: http://www.tre-ms.jus.br/eleitor/mesario-voluntario.

Maiores dúvidas podem ser esclarecidas pelo email: mesariovoluntario@tre-ms.jus.br.

Diretor da PF entrega ao STF relatório de investigação sobre ministros
O diretor-geral da Polícia Federal, Fernando Segóvia, entregou hoje (15) à ministra Cármen Lúcia, presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), um re...
TRE realiza plantão para cadastramento biométrico neste sábado na Capital
O TRE-MS (Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul) realiza neste sábado mais um plantão para atender eleitores de Campo Grande que ainda nã...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions