ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
FEVEREIRO, TERÇA  27    CAMPO GRANDE 24º

Política

TRE nega impugnação de candidato Magno de Souza, acusado de furto

Candidato não cumpriu sentença após ser condenado a um ano de detenção e é considerado foragido da Justiça

Gabriela Couto | 29/08/2022 09:21
Campo Grande News - Conteúdo de Verdade
Candidato ao governo de Mato Grosso do Sul, nas eleições 2022, Magno de Souza (PCO). (Foto: Facebook)
Candidato ao governo de Mato Grosso do Sul, nas eleições 2022, Magno de Souza (PCO). (Foto: Facebook)

O candidato ao governo Magno de Souza (PCO) conseguiu na Justiça o direito de disputar a eleição deste ano, mesmo sem cumprir a sentença por furto de bicicleta decretada há seis anos. O pedido liminar de impugnação da candidatura dele foi negado pelo desembargador do TRE-MS (Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul), Julizar Barbosa Trindade, que considerou deixar a candidatura sub judice e levar a decisão ao Plenário.

Magno é considerado foragido da Justiça por furtar uma bicicleta avaliada em R$ 500. A pena de prisão de um ano foi convertida em prestação pecuniária, que também não foi cumprida. Por isso, a pena privativa de liberdade foi restabelecida em 2016, mas nunca cumprida.

Estes foram os argumentos para o procurador regional eleitoral Pedro Gabriel Siqueira Gonçalves, também pedir, na tutela de urgência, para que Magno não tivesse acesso aos recursos do fundo partidário e do fundo eleitoral, o que também foi negado pelo desembargador.

Nos siga no Google Notícias