A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 25 de Agosto de 2019

17/07/2009 10:21

Uemura pediu e Prefeitura de Ponta Porã adiou licitação

Redação

Em julho de 2007, a Prefeitura de Ponta Porã adiou um processo de licitação a pedido da organização de Sizuo Uemura. As investigações feitas durante dois anos pela Polícia Federal e que culminaram na prisão de 42 pessoas de Dourados, Naviraí e Ponta Porã durante a Operação Owari, na semana passada, mostram que o cancelamento foi publicado no Diário Oficial do Município três dias após Eduardo Uemura, o Dudu, comentar com seu pai, Sizuo Uemura, que a licitação seria cancelada.

O motivo do cancelamento, segundo a PF, foi porque a licitação não estava de acordo com as negociações feitas com o vice-prefeito e secretário de Governo Eduardo Campos (DEM) e a secretária de Assuntos Jurídicos da prefeitura, Paula Consalter, mulher de Campos.

No dia 6 de julho de 2007 a PF gravou uma conversa telefônica entre Eduardo Uemura e sua funcionária

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions