A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 23 de Agosto de 2017

22/03/2015 11:30

Vereadores votam projeto que cria programa contra violência nas escolas

Leonardo Rocha
Vereadores votam projeto que cira programa contra violência nas escolas (Foto: Divulgação-CMCG)Vereadores votam projeto que cira programa contra violência nas escolas (Foto: Divulgação-CMCG)

Os vereadores de Campo Grande irão votar na próxima sessão (24), terça-feira, dois projetos que envolvem diferentes áreas de atuação. O primeiro será sobre implantação de programa de prevenção à violência nas escolas municipais. Já o segundo prevê a implantação de bebedouros ao lado das academias ao ar livre da Capital.

O projeto que prevê a criação de Programa para prevenir ocorrências de violência nas escolas, de autoria do vereador Vanderlei Cabeludo (PMDB), será apreciado pelos parlamentares em segunda votação, se aprovar segue para o crivo do prefeito Gilmar Olarte (PP).

O programa será implantado de forma prioritária nas escolas e comunidades que possuem os maiores índices de violência envolvendo professores, alunos e educadores, com o fortalecimento de relações comunitárias, para melhorar o ambiente escolar, assim como desenvolver atividades com a participação de todos os setores envolvidos.

O projeto tem como objetivo instalar um Fórum Municipal de Prevenção à Violência nas Escolas, que vai debater estas questões, sugerir ações e políticas sociais, além de implementa medida preventivas, como afastamento do professor em risco, sua transferência para outra escola, assim como do próprio aluno infrator, e a devida assistência ao educador e professor.

Já no projeto do vereador Paulo Pedra (PDT), que será apreciado em 1° votação, estabelece a instalação de bebedouros ao lados das academias ar ar livre, que foram implantadas pela prefeitura municipal. Para esta ação, o executivo terá que fazer convênio com a concessionária de água e esgoto, para as devidas instalações.

A prefeitura deverá regulamentar esta lei, caso seja aprovada, no prazo de 60 dias, sendo autorizado para fazer as devidas dotações orçamentárias para esta finalidade. O vereador justifica que como se faz exercícios físicos, é preciso que haja a reposição de água, para que não haja desidratação e prejudique a saúde das pessoas.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions